Vacinação contra a covid-19Divulgação

Rio - A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou, na tarde desta segunda-feira (10), que o município do Rio possui 800 mil pessoas elegíveis para receber a terceira dose contra a covid-19. De acordo com o painel da prefeitura, até o momento já foram aplicadas 1.827.305 doses de reforço. Esse número representa 27,1% da população total.
Nas últimas 24h, o Rio registrou 942 novos casos e nenhuma morte pelo coronavírus. Do total registrado entre ontem e hoje, a capital teve a maioria dos casos, com um total de 752 diagnósticos positivos. A taxa de letalidade da covid-19 apresentou queda de 5,02% para 5,01%, ainda a maior do país.
Testes de covid
O Governo do Rio de Janeiro inaugurou, nesta segunda-feira (10), mais três centros de testagem de covid-19, diante do aumento da procura para confirmar ou descartar a infecção pelo vírus, desde o início da última semana. Com isso, os postos abertos pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) passam a contar com 2,1 mil vagas diárias para testes com marcação prévia.
As novas unidades ficam no Estádio de Atletismo Célio de Barros e no Instituto de Assistência dos Servidores do Estado (Iaserj), ambos no Maracanã, na Zona Norte, e no Hospital Estadual Dr. Ricardo Cruz (HERCruz), em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.
Com o funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h dos postos na capital fluminense, o Célio de Barros tem capacidade para fazer 500 testes por dia, e o Iaserj, 200. O HERCruz vai funcionar de segunda-feira a domingo, das 8h às 18h, e também terá capacidade de 200 exames.
Na sexta-feira (7), a Secretaria de Estado de Saúde já havia aberto outros seis postos nas estruturas anexas às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Bangu, Campo Grande, Jacarepaguá, Marechal Hermes, Penha e Tijuca, com atendimento de segunda a domingo, das 8h às 18h.