As mensagens de texto pelo celular serão enviadas sempre que há alteração no público-alvo da vacinação, enquanto os alto-falantes informam diariamente a população das comunidades vulneráveis
As mensagens de texto pelo celular serão enviadas sempre que há alteração no público-alvo da vacinação, enquanto os alto-falantes informam diariamente a população das comunidades vulneráveisDivulgação
Por Irma Lasmar
SÃO GONÇALO - A Secretaria Municipal de Saúde passou a enviar mensagem por celular do tipo SMS com informações sobre a vacinação na cidade para 60 mil munícipes já cadastrados para receber alertas de chuvas da Defesa Civil. Além disso, os 25 alto-falantes do órgão espalhados pela cidade também começaram a informar sobre o público-alvo e os pontos de vacinação.
Gonçalenses interessados em receber o alerta podem se cadastrar enviando um SMS com o CEP da residência para o número de telefone 40199. Após o cadastro, os cidadãos vão passar a receber as mensagens sobre a vacinação e também o alerta de chuva forte sempre que tiver alteração. “O objetivo é atingir o maior número de pessoas com a informação, já que nem todos os cidadãos têm acesso à internet e redes sociais para acompanhar as informações nos meios de comunicação oficiais da Prefeitura de São Gonçalo”, analisou o subsecretário de Defesa Civil, Fernando Rodrigues.
Publicidade
As mensagens de texto pelo celular serão enviadas sempre que há alteração no público-alvo da vacinação, enquanto os alto-falantes informam diariamente a população das comunidades vulneráveis. A ideia de expandir a informação da vacinação pelas sirenes da Defesa Civil foi do vereador Jalmir Júnior, durante audiência pública na Câmara de Vereadores da cidade na última terça-feira (2) em que o secretário de Saúde, Dr. André Vargas, foi inquirido sobre várias questões polêmicas do calendário vacinal. “Sempre estamos abertos para sugestões que ajudem a população. E, além desta das sirenes, também implantamos os avisos por SMS, que foram ideia de um dos funcionários da própria Defesa Civil”, contou o secretário.