Vacinados contra a covid-19 no Brasil chegam a 25,4 milhões, 12,02% da população
Vacinados contra a covid-19 no Brasil chegam a 25,4 milhões, 12,02% da populaçãoDivulgação
Por Irma Lasmar
SÃO GONÇALO - A Secretaria de Saúde registrou, nesta quarta-feira (14), 6.767 pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra o coronavírus - um recorde de vacinação na cidade em um único dia. Destas, 6.744 foram de idosos a partir de 64 anos e outras 65 foram aplicadas em trabalhadores da saúde. Outras 1.135 doses imunizaram idosos e trabalhadores da saúde com a segunda dose da vacina. Nesta quinta-feira (15), o município começa a vacinar munícipes a partir de 63 anos em onze pontos de vacinação, quatro deles com drive-thru, das 8h às 17h. 
A Prefeitura garante que os gonçalenses não precisam ir aos pontos de vacinação nas primeiras horas da manhã, porque, segundo o governo, há vacina suficiente disponível para os munícipes e a procura é menor no período da tarde. Esta informação se destaca do restante da região, onde cidades vizinhas - como Niterói - suspenderam temporariamente a campanha por terem zerado seus estoques. O governo municipal lembra que o número de doses enviadas pelo Ministério da Saúde, através da Secretaria de Estado de Saúde, é reservado aos munícipes e que houve indicação para vacinar exclusivamente os gonçalenses. Moradores de outras cidades estão sendo orientados a retornar às suas cidades de origem e a aguardar a chegada de novas doses para procurar o atendimento onde residem. É imprescindível que os gonçalenses levem o comprovante de residência para receberem a primeira dose. 
Publicidade
Também podem receber a primeira dose os trabalhadores da saúde da linha de frente dos hospitais da cidade que ainda não se imunizaram por serem recém-contratados e os que trabalham em hospitais da cidade que não são da linha de frente e têm mais de 50 anos. Neste grupo estão, além de médicos e enfermeiros, os técnicos e auxiliares de enfermagem, faxineiros, atendentes, recepcionistas, maqueiros, copeiros, cozinheiros, técnicos em radiologia, fisioterapeutas, nutricionistas, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, biólogos, farmacêuticos, assistentes sociais, biomédicos, auxiliares e técnicos de saúde bucal. Para se vacinarem, eles devem comprovar o vínculo empregatício em uma unidade de saúde gonçalense que seja da linha de frente. Se trabalham em outra cidade, devem apresentar o vínculo de trabalho em unidade que seja linha de frente e o comprovante de residência em São Gonçalo.
A Secretaria também imuniza com a segunda dose da CoronaVac os idosos e funcionários da saúde que têm mais de 21 dias de vacinados. Para isso, todos devem estar munidos com o comprovante da primeira dose da mesma marca de vacina, obrigatoriamente aplicada pela Secretaria Municipal de São Gonçalo. Não serão imunizados aqueles que não levarem o comprovante ou o apresentarem oriundo de outra cidade. Os que foram vacinados com o imunizante Oxford/Astrazeneca devem aguardar o intervalo da vacina, que é de 12 semanas, mas a mesma ainda não está disponível.
Publicidade
Idosos acamados com mais de 63 anos que são atendidos pela Estratégia Saúde da Família (ESF) estão sendo vacinados em casa. Parentes e responsáveis de acamados ou com mobilidade reduzida com mais de 66 anos que não são atendidos pelo programa podem procurar unidades de saúde mais próximas de suas residências para cadastrar o idoso para receber a vacina em casa ou podem fazer o cadastro através do e-mail [email protected] Esse grupo será imunizado mediante a disponibilidade das equipes. A população pode acompanhar a vacinação e os grupos prioritários pelo site www.saogonçalo.rj.gov.br e pelas redes sociais da Prefeitura.
Balanço – Desde o início da campanha, a cidade aplicou a primeira dose em 118.800 pessoas, sendo 23.283 trabalhadores da saúde, 91.162 idosos com mais de 64 anos, 1.648 funcionários e pessoas em Instituições de Longa Permanência (Ilpis), 105 pessoas de residências terapêuticas, dois indígenas e 2.600 acamados. Até as 16h desta quarta-feira (14), 35.281 pessoas tinham sido imunizadas com a segunda dose.
Publicidade
Calendário – Quinta (15): a partir de 63 anos; sexta (16): a partir de 62 anos; e sábado (17): a partir de 61 anos.