Novak DjokovicAFP

Rio - A novela sobre a estadia de Novak Djokovic na Austrália ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira. Após o filho ficar retido no país por não ter tomado vacina contra a Covid-19, Srjdan Djokovic afirmou que ele está "mantido em cativeiro".
"Não tenho ideia do que está acontecendo. Eles têm mantido meu filho em cativeiro por cinco horas. Se eles não o deixarem ir em meia hora, vamos nos reunir na rua. Essa é uma luta para todos", declarou à TV Sérvia.
Segundo o "The Times", o problema ocorreu por conta do tipo de solicitação feita pelo estafe de Djokovic para ele entrar no país sem a vacina.