Thiago Silva, do Chelsea, foi eleito o melhor jogador do Mundial de ClubesAFP

Dono de uma carreira vitoriosa, Thiago Silva ainda sentia falta de uma conquista: ser campeão mundial. Se pela Seleção ele ainda terá de esperar até 18 de dezembro, quando a Copa do Mundo do Catar termina, pelo menos já conseguiu realizar o sonho pelo Chelsea, ao vencer o Palmeiras na prorrogação por 2 a 1, em Abu Dhabi.
"Sinto uma felicidade imensa. Esperei 37 anos por este momento. Fiz muitos sacrifícios por isso. É tão, tão difícil se tornar um campeão mundial. Eu estou realmente feliz. Estamos todos muito felizes", disse Thiago Silva ao site oficial da Fifa, completando.
"Foi um jogo muito difícil. Em finais como esta, pequenos detalhes fazem a diferença. Eles marcaram em um pênalti de mão, nós tivemos um também. Mas acho que no geral merecíamos sair de campo como campeões mundiais".
Entretanto, esse sonho quase foi adiado justamente por um pênalti cometido por Thiago Silva, colocando a mão na bola. Apesar da falha que levou o jogo para a prorrogação, o experiente zagueiro de 37 anos acabou eleito o melhor jogador do Mundial de Clubes.
"Bem, ele quase arruinou suas atuações com uma bola na mão no pênalti (risos). Ele é um jogador fantástico, um cara fantástico, merece todo o crédito. É isso que esperamos dele. Estou feliz por ele ter este troféu. Ele absolutamente merece", brincou o técnico Thomas Tuchel também ao site oficial da Fifa.