Ceni: sinais de que torcida não deposita todas as fichas nele
Ceni: sinais de que torcida não deposita todas as fichas neleMarcelo Cortes / Flamengo
Por O Dia
Campeão do Brasileiro e da Supercopa do Brasil. Esses são os títulos de Rogério Ceni com a camisa do Flamengo. É claro que ele está tendo êxito, mas é incrível como o torcedor não sente ainda a confiança que sentia, por exemplo, com Jorge Jesus. E isso reflete em campo no time do Flamengo. Foram 17 jogos sem perder para o Vasco e o último demonstrou que não há aquela superioridade que todos esperavam. Até que ponto ele vai aguentar essa pressão? Não sei. Eu entendo que um jogo não corresponde a um trabalho inteiro, mas existem sinais de que a torcida segue não depositando todas as fichas no ídolo do São Paulo. Agora, vem a Libertadores e pode aparecer como um ponto de afirmação para ele mostrar que tem comando e futebol para ganhar totalmente o afeto da massa rubro-negra. Porque o Brasileirão foi duas vezes do Fla nos últimos anos. Mas a Libertadores é sempre a maior vontade.
 
Publicidade
VOVÔ COM DIFERENÇAS
No meio da semana, vimos uma prova de que o futebol se ganha no campo. O Flamengo perdeu para o Vasco quando todos esperavam uma vitória tranquila. Mas é clássico. Apesar das grandes diferenças de Fluminense e Botafogo, o jogo tem que ser encarado com seriedade. O Tricolor tem muito mais time do que o Alvinegro e encara a partida como preparação para a Libertadores, mas a concentração pode fazer a diferença. Espero um jogo ligado o tempo inteiro.
Publicidade
TAISON É GRANDE REFORÇO
Publicidade
O Internacional não era visto como um grande time em 2020 para buscar o título do Campeonato Brasileiro, mas surpreendeu e quase conseguiu conquistar o caneco. A questão é que o time gaúcho continua melhorando, e a contratação do atacante Taison eleva o Internacional de patamar para a briga de todos os títulos da temporada. Olho neles...
Publicidade
EDMUNDO AGRADECE
O atacante Morato viveu a noite dos sonhos e até falamos sobre isso aqui ontem. Mas a comemoração homenageando Edmundo chegou ao camisa 10 histórico do Gigante da Colina e ele agradeceu pelo carinho do jogador do Cruzmaltino. O fogo desse clássico pode acender ainda mais com a nova organização do time de São Januário.
Publicidade