Foram apreendidos: 528 tabletes de maconha (2.376,5 gramas); 476 pinos de cocaína (1.175,4 gramas); um revólver Taurus calibre 38, entre diversos outros materiais. - Foto: divulgação
Foram apreendidos: 528 tabletes de maconha (2.376,5 gramas); 476 pinos de cocaína (1.175,4 gramas); um revólver Taurus calibre 38, entre diversos outros materiais.Foto: divulgação
Por Lili Bustilho
SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA - Um homem de 48 anos foi preso em flagrante com uma arma de fogo e várias cargas de maconha e cocaína, em sua casa que seria usada como depósito para o tráfico de drogas no bairro Ibitinema, em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. Policiais do 36° BPM (Pádua) que atuam 1ª Cia nas equipes do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo I), Serviço de Inteligência (P2) e setor "U" foram à Rua Santa Terezinha verificar informação sobre pessoas armazenando e comercializando entorpecentes em um imóvel.

Um suspeito foi localizado e durante buscas no interior da residência que também funcionaria como uma possível loja, que vendia dichavador (triturador para a confecção de cigarros) e papel de seda para enrolar cigarros, foram apreendidos 528 tabletes de maconha (2.376,5 gramas); 476 pinos de cocaína (1.175,4 gramas); 1 revólver Taurus calibre 38; 22 munições calibre 38 CBC; 07 munições calibre 380 CBC; 03 munições calibre 22 CBC; 03 notebooks; 01 HD externo; 01 filmadora; 02 rádios baofeng; 01 balança de precisão; 02 câmeras de vigilância; 01 pen drive; 70 caixas de seda; 07 trituradores e 01 máquina de cartão. Continua após vídeo.
 
Publicidade

Ação do 36° BPM flagra depósito do tráfico de drogas em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. #ODia pic.twitter.com/0SCpI1gbVl

— Jornal O Dia (@jornalodia) February 17, 2021 ">
 Ao perceber a presença dos militares um rapaz de 31 anos conseguiu fugir para um pasto não sendo possível alcançá-lo. O fato foi apresentado pelos militares Sargentos Francisco, Kennio, Charles, Monteiro e Bom junto com os Cabos Araujo, Fontes e Corrente à 136 DP. O homem foi autuado com base no artigo 12 da Lei 10826/03 e no artigo 33 da Lei 11343/06, permanecendo preso à disposição da justiça.