O estabelecimento que for notificado através de intimação, se ocorrer o comunicado mais uma vez por descumprimento das medidas de prevenção, sofrerá a perda do alvará municipal e multa
O estabelecimento que for notificado através de intimação, se ocorrer o comunicado mais uma vez por descumprimento das medidas de prevenção, sofrerá a perda do alvará municipal e multaFoto: divulgação/PMI
Por Lili Bustilho
ITAPERUNA - Centos e dez estabelecimentos comerciais já foram visitados pela Vigilância Sanitária Municipal durante esta semana, em Itaperuna, no Noroeste Fluminense. Ações que intensificam o trabalho de fiscalização contra a Covid-19 em bares, restaurantes e comércio em geral contaram com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e do 29º Batalhão de Polícia Militar. Termos de intimação são emitidos quando há o descumprimento do decreto regulamentar em vigência, e notas de ciência aos proprietários, quando o local é mantido em funcionamento seguindo todas as orientações de prevenção.

De acordo com a Vigilância Sanitária, as maiores irregularidades são a falta de uso da máscara ou o mal uso dela, quando estão no queixo ou com nariz à mostra, aglomeração, seguida de falta de álcool em gel para o público. Após denúncias feitas pelo telefone 153, as equipes visitaram um bar e duas casas de show, onde constataram aglomerações e interditaram os locais, que já haviam sido notificados dias antes. No último domingo, as equipes atenderam uma denúncia de festa particular no distrito de Raposo com cerca de 40 jovens. O evento foi imediatamente finalizado e as pessoas dispersadas. Continua após vídeo.
Publicidade
 

Vigilância Sanitária de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, fiscaliza mais de 100 estabelecimentos; denúncias de descumprimento de combate à Covid. #ODia pic.twitter.com/8CA9GlJX6h

— Jornal O Dia (@jornalodia) March 5, 2021 ">
Publicidade
 
Ainda segundo o departamento, o estabelecimento que for notificado através de intimação, se ocorrer o comunicado mais uma vez por descumprimento das medidas de prevenção, sofrerá a perda do alvará municipal e multa. “Nossa cidade está em alerta vermelho. Nós estamos fazendo de tudo pra que as pessoas se conscientizem mais da importância do uso da máscara e distanciamento social. Estamos fazendo a nossa parte e precisamos que toda a população também faça a dela para que o vírus não se prolifere mais”, disse o coordenador da Vigilância Sanitária, Daniel Ribeiro Teixeira.
Publicidade
Boletim epidemiológico - O último levantamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) aponta para 21.047 infectados pela Covid-19 desde o início da pandemia (11 de março de 2020 a 04 de março de 2021). São 189 óbitos confirmados em decorrência de complicações da doença; 117 novos casos e 111 novos testes realizados. Em relação aos pacientes recuperados o registro é de 20.741.
Poliesportivo fechado - A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, informou que como medida de prevenção à proliferação da doença foram SUSPENSAS, a partir desta sexta-feira, 05 de março, todas as atividades realizadas no Centro Poliesportivo e demais polos da Secretaria.
A medida vigorará até o dia 20 de março, podendo ser prorrogada de acordo com as orientações das autoridades sanitárias.

Publicidade