Polícia apreende menor suspeito de participar da morte de empresário no Túnel Noel Rosa

Rubens Mesquita Pinto Alves foi assassinato no último dia 13 de julho durante uma tentativa de assalto

Por O Dia

Rubens levou um tiro na altura do peito na tentativa de assalto
Rubens levou um tiro na altura do peito na tentativa de assalto -

Rio - Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital (DH) apreenderam, nesta quarta-feira, um adolescente de 15 anos suspeito de ter participado do assassinato de Rubens Mesquita Pinto Alves, de 45 anos. O empresário foi morto no último dia 13 de julho durante uma tentativa de assalto no Túnel Noel Rosa, em Vila Isabel, na Zona Norte. A apreensão do menor aconteceu na residência de familiares dele em Santa Cruz, na Zona Oeste. 

Contra ele,havia um mandado de busca e apreensão em aberto. Na delegacia, o adolescente confessou ter participado do crime.

A Polícia Civil já identificou outros três suspeitos do caso. De acordo com as investigações, o grupo cometeu outros cinco roubos, em menos de 30 minutos, antes de matar o empresário. A corporação trabalha tenta identificar e prender o quinto suspeito de ter participado do crime.

O caso

O empresário foi enterrado sob grande comoção - Armando Paiva / Agência O Dia

Na manhã de 13 de junho, Rubens Mesquita foi abordado por homens que estavam em um carro prata e baleado no peito dentro de seu veículo. Ele saiu correndo, caindo cerca de 20 metros depois. O empresário foi socorrido no Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos.

Um dia depois do crime, o Disque Denúncia divulgou um cartaz com a foto de Rubens e os dizeres "Quem Matou?" pedindo da população informações sobre os suspeitos de participar de sua morte. A investigação do caso está sob a responsabilidade da Delegacia de Homicídios da Capital.

Crime aconteceu no último dia 13 de julho - Divulgação / Disque Denúncia

Galeria de Fotos

Rubens levou um tiro na altura do peito na tentativa de assalto Arquivo Pessoal
Crime aconteceu no último dia 13 de julho Divulgação / Disque Denúncia
O empresário foi enterrado sob grande comoção Armando Paiva / Agência O Dia

Últimas de Rio de Janeiro