Corpo é estendido na BR-101 em manifestação de moradores de Angra

Casal foi morto na comunidade da Lambicada, na quarta-feira. Corpos não teriam sido removidos e houve protesto na via

Por O Dia

Moradores da comunidade da Lambicada, em Angra dos Reis, protestam na BR-101 com corpos na via
Moradores da comunidade da Lambicada, em Angra dos Reis, protestam na BR-101 com corpos na via -
Rio - Moradores da comunidade Lambicada, em Angra dos Reis, na Costa Verde, fizeram uma manifestação com um corpo estendido na Rodovia Rio-Santos (BR-101), nesta sexta-feira. De acordo com testemunhas, um casal foi morto na quarta-feira e, após não serem removidos do alto da comunidade, moradores realizaram um protesto, bloqueando a via.
Moradores da comunidade da Lambicada, em Angra dos Reis, protestam na BR-101 com corpos na via - Divulgação/PRF
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os manifestantes estenderam um dos corpos e atearam fogo em pneus na altura do Km 474. As pistas ficaram interditadas por 50 minutos e foram liberadas às 10h50. 
Interdições na via
A nova interdição da Rio-Santos acontece algumas semanas depois de o governador Wilson Witzel (PSC) afirmar que a região está pacificada. No dia 4 de maio, Witzel sobrevoou o município a bordo de um helicóptero da Polícia Civil, acusado de disparar contra uma tenda religiosa.

Galeria de Fotos

Moradores da comunidade da Lambicada, em Angra dos Reis, protestam na BR-101 com corpos na via Divulgação/PRF
Moradores da comunidade da Lambicada, em Angra dos Reis, protestam na BR-101 com corpos na via Divulgação/PRF
Moradores da comunidade da Lambicada, em Angra dos Reis, protestam na BR-101 com corpos na via Divulgação/PRF
Moradores da comunidade da Lambicada, em Angra dos Reis, protestam na BR-101 com corpos na via Reprodução/WhatsApp O Dia - (21) 98762-8248

Comentários