Rosto de Emily e Rebeca foram eternizados com uma arte grafitada
Rosto de Emily e Rebeca foram eternizados com uma arte grafitadaDivulgação
Por O Dia
Depois de três meses de investigações, a Polícia Civil decidiu marcar para a próxima quarta-feira (10) a reprodução simulada das mortes da primas Emily Victória, de 4 anos, e Rebecca Beatriz Rodrigues dos Santos, de 7 anos, atingidas por disparos de fuzil no dia 4 de dezembro do ano passado en quanto brincavam na porta de casa, na comunidade do Santo Antônio, no bairro Jardim Gramacho, em Duque de Caxias. O objetivo é descobrir de onde partiram os disparos. 
As investigações estão sob responsabilidade da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). A polícia marcou a reprodução para o mesmo horário em que as meninas foram baleadas.
Publicidade
A época, testemunhas contaram à polícia que os disparos foram feitos por um grupo de policiais militares que estavam em uma viatura na entrada da comunidade. Os depoimentos dos policiais, quanto das testemunhas, afirmam que no momento do crime não havia confronto armado na localidade. 
Cinco PMs são investigados. Eles afirmam que estiveram no bairro na tentativa de recuperar um carro roubado. Como não localizaram o veículo, alegam que saíram sem efetuar um disparo. 
Publicidade
As armas, 5 pistolas e 5 fuzis, usados pelos PMs no dia do crime, foram apreendidas pela DHBF.