Os que receberam o imunizante da Oxford/Astrazeneca devem aguardar o intervalo da vacina, que é de 12 semanas, para a segunda dose, que ainda não está disponível
Os que receberam o imunizante da Oxford/Astrazeneca devem aguardar o intervalo da vacina, que é de 12 semanas, para a segunda dose, que ainda não está disponívelDivulgação
Por Irma Lasmar
SÃO GONÇALO - A Secretaria Municipal de Saúde continua aplicando, nesta terça-feira (16), a primeira dose da vacina contra o coronavírus em pessoas a partir dos 76 anos. Além dos idosos, também seguem se imunizando os profissionais da saúde com mais de 60 anos que trabalham em hospitais locais ou que moram em São Gonçalo e atuam em unidades de outros municípios. São eles: técnico em radiologia, enfermeiro, técnico e auxiliar de enfermagem, médico, fisioterapeuta, nutricionista, odontólogo, fonoaudiólogo, psicólogo, biólogo, farmacêutico, assistente social, biomédico e auxiliar e técnico de saúde bucal.
Ao todo, a cidade vacinou 53.236 pessoas com a primeira dose, sendo 22.388 trabalhadores da saúde, 27.479 idosos com mais de 76 anos, 1.627 funcionários e pessoas em Instituições de Longa Permanência (Ilpis), 105 pessoas de residências terapêuticas e 1.637 acamados. O montante equivale a aproximadamente 4,8% da população. Até as 16h desta segunda-feira (15), 17.720 pessoas foram imunizadas com a segunda dose
Publicidade
A Secretaria de Saúde também aplica a segunda dose da CoronaVac em idosos e funcionários da saúde com mais de 21 dias de vacinados, que, para isso, devem estar munidos do comprovante da primeira dose aplicada pela Secretaria Municipal de São Gonçalo. Aqueles que não levarem o comprovante ou apresentarem de outra cidade não serão imunizados. Os que receberam o imunizante da Oxford/Astrazeneca devem aguardar o intervalo da vacina, que é de 12 semanas, para a segunda dose, que ainda não está disponível.
Idosos acamados com mais de 80 anos que são atendidos pela Estratégia Saúde da Família (ESF) estão sendo vacinados em casa. Parentes e responsáveis de acamados ou com mobilidade reduzida, com mais de 79 anos, que não são atendidos pelo programa, podem procurar unidades de saúde mais próximas de suas residências para cadastrar o idoso para receber a vacina em casa. As vacinas já estão reservadas para os acamados, que serão vacinados dependendo da disponibilidade das equipes.
Publicidade
Locais de vacinação, de segunda a sábado, das 8h às 17h:

– Polo Sanitário Dr. Washington Luiz, Zé Garoto
– Ginásio do Clube Mauá, Centro
– Umpa Nova Cidade
– Clínica Gonçalense do Mutondo
– Polo Sanitário Dr. Hélio Cruz, Alcântara
– Clínica da Família Dr. Zerbini, Arsenal
– Polo Sanitário Rio do Ouro

Pontos com drive-thru:

– Campo do Clube Mauá, Centro
– Centro de Tradições Nordestinas, Neves
– Umpa Nova Cidade

Público-alvo e documentação solicitada para primeira dose:

– Profissionais de saúde com mais de 60 anos que trabalham em hospitais de São Gonçalo e moram na cidade: identidade funcional, comprovante de trabalho em área hospitalar, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação;

– Profissionais de saúde com mais de 60 anos que trabalham em unidades hospitalares de São Gonçalo e que residem em outros municípios: identidade funcional, comprovante de trabalho em área hospitalar de São Gonçalo, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação;

– Profissionais de saúde com mais de 60 anos que trabalham em hospitais de outros municípios e residem em São Gonçalo: identidade funcional, comprovante de trabalho em área hospitalar, comprovante de residência de São Gonçalo, CPF ou cartão do SUS e carteira de vacinação;

– Idosos (idades definidas de acordo com o calendário): identidade, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e carteira de vacinação.