Granit Xhaka, do ArsenalReprodução: Instagram/Granit Xhaka

As autoridades da Inglaterra estão investigando o meio-campista Granit Xhaka, do Arsenal, por um possível envolvimento em um esquema de apostas esportivas que teria ligações com a máfia da Albânia. As informações são do jornal britânico "Dayli Mail".
Segundo o veículo, o Xhaka está sendo investigado por um cartão amarelo recebido nos últimos 10 minutos de jogo por demorar a bater um lateral, em um momento que o Arsenal vencia o Leeds por 4 a 1, em partida válida pela Premier League, em dezembro de 2021.
A National Crime Agency, que investiga o crime organizado no Reino Unido, estranhou os elevados padrões de apostas na partida, sobretudo um volume que chegou a 52 mil libras (cerca de R$ 330 mil) para quem apostasse que o jogador levaria um cartão amarelo nos últimos minutos do jogo.
Os investigadores teriam provas de que foram apostadas elevadas somas em criptomoedas, um mercado que não é regulado no Reino Uno, com atividade sediada na Albânia. O volante de 29 anos tem ascendência albanesa.