Advogado agredido por lutador e menina queimada em gasolina serão enterrados hoje

André Luiz França Caldas foi morto na quarta e Ana Cristina Pacheco Luciano morreu nesta quinta depois de ficar quase um mês internada

Por O Dia

A pequena Ana Cristina e o advogado André Luiz morreram nos últimos dias
A pequena Ana Cristina e o advogado André Luiz morreram nos últimos dias -
Rio - Vão ser enterrados nesta sexta-feira o advogado André Luiz França Caldas, de 45 anos, e a menina Ana Cristina Pacheco Luciano, 9. O sepultamento dele vai acontecer pela manhã no Cemitério do Caju, na Zona Norte da capital, e da criança à tarde no cemitério de Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.
Ana Cristina morreu ontem depois de ficar quase um mês internada após ter 80% do corpo queimado ao cair em uma poça de gasolina em Caxias. Já André Luiz faleceu na quarta ao ser agredido pelo lutador de jiu-jítsu Igor Uriel Tron Pereira Lomba, 28, na Tijuca.
A pequena Ana caiu em uma poça de gasolina que vazou após tentativa de furto do combustível - Reginaldo Pimenta / Agência O Dia
Moradora de Duque de Caxias, Ana estava internada desde o último dia 26 de abril no Hospital Adão Pereira Nunes (Saracuruna) após o vazamento de gasolina tipo A durante uma tentativa de furto em um duto da Transpetro na região. Na ocasião, ela caiu em uma poça do combustível (que por ser mais puro provoca sérias queimados apenas com o contato), tendo grande parte do corpo queimado.
De acordo com familiares, Ana morreu no início da manhã desta quinta, após ter duas paradas cardiorrespiratórias. Em entrevista ao DIA, a mãe da menina, a dona de casa Fernanda Pacheco, 26, disse que perdeu o seu "maior bem".
Igor Uriel foi preso após agredir o advogado André Luiz - Divulgação / Polícia Civil
Já André Luiz morreu no Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio, depois de ser violentamente agredido por Igor. As agressões aconteceram em um bar próximo à Praça Vanhargem, na Tijuca. O advogado chegou à unidade de saúde com lesões no abdômen e na cabeça.
Depois das agressões, o lutador debochou do fato, postando uma foto do advogado em suas redes sociais caído no chão com os dizeres "tenta aí que o azar é certo. meche (sic) com quem te está quieto, crav_maga". Igor foi preso pela 19ª DP (Tijuca) e depois foi levado à da Delegacia de Homicídios da Capital (DH), que investiga o caso.

Galeria de Fotos

A pequena Ana Cristina e o advogado André Luiz morreram nos últimos dias Arquivo Pessoal
Igor Uriel foi preso após agredir o advogado André Luiz Divulgação / Polícia Civil
A pequena Ana caiu em uma poça de gasolina que vazou após tentativa de furto do combustível Reginaldo Pimenta / Agência O Dia

Comentários