Rio atualiza cronograma de inauguração dos hospitais de campanha do estado

Próxima unidade a ser aberta é a de São Gonçalo, no domingo

Por O Dia

Hospital de campanha do Parque dos Atletas
Hospital de campanha do Parque dos Atletas -
Rio - Apesar de inicialmente o governo do estado prever a inauguração dos nove hospitais de campanha do Rio até o fim de abril, a Secretaria estadual de Saúde (SES) informou, nesta sexta-feira, que todas as unidades estarão funcionando apenas no dia 26. 
De acordo com novo cronograma fixado, o próximo hospital a ser entregue é o de São Gonçalo, na Região Metropolitana. A unidade ficará instalada no Clube Mauá e começará a funcionar neste domingo.
A última inauguração será a do hospital de Casimiro de Abreu, no dia 26. A unidade do interior do estado vai funcionar no distrito de Barra de São João.
Veja o cronograma com as inaugurações
. Dia 17 (domingo): São Gonçalo
. Dia 19 (terça): Nova Iguaçu
. Dia 21 (quinta): Nova Friburgo
. Dia 23: Campos dos Goytacazes
. Dia 24: Duque de Caxias
. Dia 26: Casimiro de Abreu (Barra de São João)
Todas as unidades que ainda serão inauguradas serão geridas pela organização social Iabas. A Secretaria de Saúde afirmou que a abertura dos hospitais deve ocorrer de forma gradativa, respeitando normas técnicas internacionais, para preservar profissionais de saúde e pacientes.
"A SES esclarece ainda que a organização social Iabas se comprometeu a atender a secretaria em prazo que já foi prorrogado, uma vez que a previsão inicial do Iabas era início de maio. Por isso, a secretaria ressalta que acompanha de perto o andamento das obras e que o não cumprimento do cronograma por parte do Iabas acarretará em sanções no contrato", a pasta acrescentou, em nota.
UNIDADES ABERTAS
Até o momento, apenas três dos nove hospitais de campanha prometidos pelo governo do estado para a pandemia do novo coronavírus (covid-19) foram abertos. O primeiro deles foi o da Lagoa, na Zona Sul da capital, inaugurado no dia 25 de abril.
O segundo foi o do Maracanã, na Zona Norte, que começou a funcionar no dia 9. E o terceiro o do Parque dos Atletas, na Zona Oeste, na última segunda-feira.
No entanto, as duas últimas unidades estão funcionando parcialmente. O hospital da Zona Norte tem apenas 200 dos 400 leitos prometidos abertos e o da Zona Oeste 80 dos 300.
Segundo a Secretaria de Saúde, todas as vagas do Maracanã vão estar disponíveis até o fim dessa semana. Atualmente, a unidade tem 37 pacientes no CTI e 17 na enfermaria. Já a do Parque dos Atletas tem 32 internados na UTI e outros 20 na enfermaria.
O único com a capacidade total em pleno funcionamento é o da Lagoa, que, das 200 vagas disponíveis, 88 estão sendo ocupadas nos leitos de UTI e outros 88 na enfermaria.
Quando todas unidades estiveram em funcionamento, o Rio terá 2 mil vagas nos hospitais de campanha do governo do estado.

Comentários