Saques do PIS/Pasep antecipados

Mulher (62 anos) e homem (65), clientes da Caixa e BB, receberam ontem. Não correntistas, na 2ª feira

Por MARTHA IMENES

Para o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, 'o governo não podia dar um reajuste maior'
Para o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, 'o governo não podia dar um reajuste maior' - Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Mulheres com mais de 62 anos de idade e homens acima de 65 anos começaram a receber antes do prazo o saldo do PIS/Pasep. O crédito em conta corrente ou poupança para os que são clientes da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil foi antecipado pelo governo e ocorreu ontem para os clientes dos dois bancos. Já para quem não é correntista da Caixa ou do BB, os valores serão liberados na próxima segunda-feira. Inicialmente, o calendário previa o pagamento das cotas para este grupo a partir do dia 14 de dezembro.

Vão receber os recursos os servidores públicos (Pasep) e o pessoal do setor privado (PIS) cadastrados no programa entre 1971 até 4 de outubro de 1988 que ainda não sacaram o saldo total na conta individual de participação.

Com a antecipação da terceira fase do programa de saques mais de 2 milhões de pessoas terão direito aos recursos. As instituições estimam que pelo menos R$ 4 bilhões sejam sacados nesta leva.

Com o início dos pagamentos aos aposentados no último dia 17, o total sacado do PIS/Pasep atingiu o valor de R$ 1 bilhão até 19 de novembro. Deste valor, 56% são referentes ao pagamento de aposentados.

"O total disponível de saque do PIS e do Pasep somam mais de R$ 15,9 bilhões. Esses recursos devem contribuir especialmente também para ajudar na retomada do varejo no fim de ano", avaliou o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira.

APOSENTADO E MAIS DE 70 ANOS

Os pagamentos para aposentados, idosos acima de 70 anos e herdeiros de trabalhadores falecidos continuam a ser feitos regularmente para os que ainda não sacaram. Os que não puderem comparecer às agências devem fazer a solicitação de retirada por procuração. Para consulta de saldos, os bancos criaram páginas específicas (www.caixa.gov.br/pis e www.bb.com.br/pasep).

Para verificar o valor, o trabalhador deve acessar www. caixa.gov.br/cotaspis ou no aplicativo "Caixa Trabalhador", que é gratuito. É necessário ter o número do NIS, que está no Cartão do Cidadão, nas anotações gerais de Carteira de Trabalho antiga, na página de identificação da nova Carteira e no extrato do FGTS impresso.

Além do NIS, o cotista também precisará de senha na internet. Quem já possui a Senha Cidadão deve acessar o site, digitar o NIS, clicar em "Cadastrar Senha", informar a Senha Cidadão e cadastrar o código que desejar.

Aquele que não tiver, precisa clicar em "Esqueci a Senha" e preencher os dados. Se possuir o cartão, terá que fazer pré-cadastramento da senha pelo telefone 0800-726-0207, e depois finalizar em unidade lotérica. Quem não tem o cartão precisa ir à agência da Caixa.

Saques das contas do PIS com valor até R$ 1,5 mil poderão ser feitos no autoatendimento do banco apenas com a Senha Cidadão, sem a necessidade do Cartão do Cidadão, ou com Cartão Cidadão e Senha nas unidades lotéricas e Caixa Aqui, mediante apresentação de documento oficial de identificação com foto.

As retiradas de valores até R$ 3 mil podem ser feitas com Cartão do Cidadão e Senha Cidadão no autoatendimento, loterias e Caixa Aqui, com documento de identificação oficial com foto.

Galeria de Fotos

Descontos para a Black Friday prometem aquecer as vendas Divulgação
Para o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, 'o governo não podia dar um reajuste maior' Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Comentários

Últimas de Economia