Djokovic perde set pela 1ª vez desde US Open, mas bate Wawrinka com 'pneu'

Sérvio levou a melhor por 2 a 1, com parciais de 6-3, 3-6 e 6-0

Por victor.abreu

França - Diante de seu principal algoz na temporada, o suíço Stan Wawrinka, que o derrotou na final de Roland Garros, o sérvio Novak Djokovic encontrou dificuldades e perdeu um set pela primeira vez desde a final do US Open, mas venceu a partida deste sábado com direito a "pneu" na última parcial e avançou à final do Masters 1000 de Paris.

Djokovic encontrou dificuldades para vencerEfe

Em 1h51min de jogo, o número 1 do mundo levou a melhor por 2 a 1, com parciais de 6-3, 3-6 e 6-0, em 1h51min e se classificou para sua 14ª final consecutiva, na qual terá pela frente o britânico Andy Murray. O terceiro colocado do ranking da ATP bateu o espanhol David Ferrer na outra semifinal.

Será o 30º confronto entre os dois. Até agora, foram 20 triunfos do sérvio e nove do escocês, que, entretanto, venceu o último duelo, na final do Masters 1000 de Montreal, em agosto.

Na melhor temporada da carreira, 'Nole' está em seu 15º torneio. Até agora, foram nove títulos, quatro vices e apenas uma queda nas quartas de final, no distante ATP 250 de Dubai diante do croata Ivo Karlovic.

Em uma reedição da final de Roland Garros, exatamente cinco meses depois e novamente na capital francesa, Wawrinka ameaçou estragar a festa de Djokovic. O líder do ranking começou a partida com tudo, fechou o primeiro set em 6-3, com uma quebra de frente, e ainda abriu 2-0 no segundo.

Na sequência, porém, Stan cresceu em quadra. Abusando do bakehand característico e de direitas na cruzada, o suíço levou a melhor em cinco games seguidos, tirou o adversário do sério e fez 6-3 na segunda parcial.

Se alguém sonhou com uma nova virada, como aconteceu no saibro parisiense, se frustrou. O que se viu depois foi um massacre de 'Djoko', que aplicou um "pneu" e garantiu presença na decisão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia