Velório de Bolaños é marcado por abraço entre Dona Florinda e Quico após 35 anos

Ator Carlos Villágran, o Quico, estava brigado com Roberto Bolaños por conta de disputas judiciais, mas compareceu ao enterro para se despedir de seu colega de trabalho

Por O Dia

México - Milhares de pessoas foram se despedir neste domingo de Roberto Bolaños, o eterno Chaves, na Cidade do México. O velório do artista aconteceu no Estádio Azteca, com capacidade para 100 mil pessoas, e foi transmitido ao vivo pela Televisa e em flashes durante a programação do SBT, no Brasil.

GALERIA: Florinda, amigos e fãs se despedem de Bolaños

Despedida do eterno Chaves foi transmitida no México%2C pela Televisa%2C e no Brasil%2C pelo SBT e comoveu milhares de pessoas Efe

Apesar de o jornal ‘La Opinion’ ter afirmado que Florinda Meza (a Dona Florinda de ‘Chaves’), viúva de Bolaños, não queria que Carlos Villagrán (o Quico do seriado) fosse à solenidade em homenagem a seu marido, ele foi prestar condolências à ex-colega e ex-namorada. O reencontro e o abraço aconteceram 35 anos depois de eles cortarem relações — Villagrán processou Bolaños depois de sair do programa, e perdeu.

Ele postou em seu Facebook e Twitter as fotos em que aparece cumprimentando Florinda, acompanhadas de um texto que acusa a nota publicada pelo jornal de ser falsa.

Após 35 anos%2C Florinda Meza e Carlos Villágran%2C o Quico%2C se abraçaram em reencontro. Os dois haviam rompido relações desde um processo judicial movido por VilláganReprodução Internet

Maria Antonieta de las Nieves, a Chiquinha, foi outra que teve problemas judiciais com Bolaños e que se manifestou sobre a morte do criador de ‘Chaves’ e ‘Chapolin’. “Obrigada por ter feito feliz tanta gente e pelos maravilhosos momentos que compartilhamos no grupo. Descansa em paz, Roberto”, escreveu no Twitter.De acordo com o programa ‘Formula Espectacular’, ela lamenta não ter conseguido fazer as pazes com ele.

Em suas redes sociais, Edgar Vivar, o Senhor Barriga, publicou uma foto da última vez em que esteve com Bolaños. Ele aparece olhando um tablet e usando fones de ouvido. Vivar contou que mostrou um vídeo de sua visita ao Brasil, em que pediu ao público para enviar uma mensagem a Chespirito.

No estádio, fãs prestaram uma última homenagem ao ídolo se fantasiando como os personagens dos seriados. Bandeiras de diversos países, entre eles o Brasil, eram vistas nas arquibancadas. 

Fãs se despediram do super-herói mais atrapalhado do mundo usando as roupas do Chapolin Colorado. Velório comoveu milhares de pessoas Reuters

Homem fantasiado de Chapolin é contido ao tentar invadir velório 

Um homem foi detido por seguranças ao tentar invadir a sede da rede de TV Televisa, na Cidade do México, neste sábado. Vestido de Chapolin, o homem pretendia participar da missa de corpo presente de Roberto Bolaños, que morreu na noite desta sexta-feira.

Sob olhares de jornalistas e fãs, o homem fez performances como o personagem de Bolaños sem interferências, mas foi contido quando tentou passar pelos portões assim que o corpo do ator chegou ao local.

Homem vestido de Chapolin tentou invadir sede da emissora TelevisaEfe



Últimas de _legado_Mundo e Ciência