Prisão de ator da Globo gera polêmica nas redes sociais

Vinícius Romão de Souza, que atuou na novela 'Lado a Lado', foi detido após assalto. Ele teria sido supostamente confundido com ladrão, dizem amigos no Twitter e no Facebook

Por O Dia

Rio - O ator e psicólogo Vinícius Romão de Souza, que atuou na novela "Lado a Lado", da TV Globo, foi preso na segunda-feira, dia 17 de fevereiro, suspeito de assaltar uma mulher na região do Méier, no Rio de Janeiro. Atualmente, ele trabalhava como vendedor da loja Toulon, no Norte Shopping.

Vinicius Romão em cena de 'Lado a Lado'Divulgação

O caso foi registrado no 25º DP. Desde então, Vinícius está preso na Casa de Detenção Patrícia Acioli, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

"Ele foi preso e parece que foi injustamente. Ele nos ligou do presídio e explicou que foi confundido porque é negro como o assaltante. O advogado dele passou aqui hoje até para a gente saber como vai fazer com a ausência dele no trabalho", contou Tony, gerente da loja onde Vinícius trabalha, ao iG nesta segunda-feira (24).

Post do Facebook sobre o casoReprodução Internet

Nas redes sociais, amigos de Vinícius alegam que o ator foi confundido com o verdadeiro criminoso e preso injustamente. "Que absurdo", escreveu a atriz Carla Daniel em sua página no Facebook. "Exigimos a liberdade de Vinícius Romão imediatamente", escreveu o fotojornalista Francisco Chaves na rede social. "Mais um jovem negro preso ilegalmente por caminhar sozinho e à noite nas ruas do Rio. Crime: ser suspeito por ser grande, bonito, ter cabelos black power e estar bem vestido", continuou o jornalista e ativista Marcos Romão.

Procurada pelo iG, Assessoria de Comunicação da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro informou que não estava ciente do caso.

Últimas de Rio De Janeiro