Pezão crítica decisão da Câmara

Já governador em exercício Francisco Dornelles preferiu não opinar e manteve-se isento ao processo de admissibilidade do impeachment

Por O Dia

Rio - Após a decisão da Câmara dos Deputados em encaminhar o impedimento de Dilma Rousseff para o Senado Federal, o governador licenciado do Rio, Luiz Fernando Pezão divulgou uma nota repudiando a aprovação da cassação na Câmara.

LEIA MAIS: Maioria dos deputados do Rio disse 'sim' ao afastamento de Dilma Rousseff

Pezão afirmou "lamentar profundamente a decisão, que representa um atraso à democracia do nosso país". O governador fluminense que sempre se posicionou contra a casação afirmou ainda, que Dilma "é uma pessoa digna e honrada". Por fim o governador licenciado disse não acreditar "que esse seja o mecanismo mais adequado para ajudar o Brasil a vencer a crise e avançar como uma nação melhor". Luiz Fernando Pezão disse ainda que "Dilma foi eleita pelo voto democrático e isso deve ser respeitado".

Governador licenciado do Rio, Luiz Fernando Pezão Divulgação

Enquanto Pezão se mostrou contra a decisão, Francisco Dornelles, governador em exercício preferiu manter-se isento ao processo de admissibilidade na Casa.

Segundo Dornelles "o processo de impeachment foi realizado dentro dos parâmetros previstos pela Constituição e sua aprovação pela Câmara tem que ser, agora, ratificada pelo Senado", disse. Ainda segundo o político "o Brasil atravessa uma fase difícil". Por fim, Francisco Dornelles reiterou que o país precisa encontrar "um clima de união para vencer os graves problemas que vive".



Últimas de Brasil