Belfort acerta chutaço em Rockhold e leva torcedor à loucura com nocaute

UFC Jaraguá do Sul teve card principal acirrado e Ronaldo Jacaré estreando com vitória

Por O Dia

Jaraguá do Sul - Com apresentação gloriosa, lembrando os tempos em que era o Fenômeno do MMA, Vitor Belfort levou os torcedores catarinenses à loucura neste sábado, com um nocaute espetacular sobre Luke Rockhold, aos 2min32s. O chute rodado pegou de surpresa o americano, que apagou diante de nove mil pessoas que lotaram a Arena Jaraguá. O UFC no Combate 2 brindou os fãs com lutas eletrizantes, especialmente um card principal em que Ronaldo Jacaré não tomou conhecimento de Chris Camozzi. O ex-campeão do Strikeforce deu aula de jiu-jístu e apagou o adversário ainda no primeiro round.

Após a vitória impressionante, Belfort afirmou que não pensa em Anderson Silva, o campeão da categoria, e só quer curtir férias. "Estou lutando em busca de vitórias, realização pessoal. Se for da vontade de Deus e do público, eu enfrento o Anderson. Mas não penso nisso, quero é tirar férias e descansar ao lado da minha família", decretou, ainda no octógono.

Vitor Belfort venceu Luke RockholdWander Roberto / inovafoto / Divulgação

LEIA UM RESUMO DAS LUTAS DO CARD PRINCIPAL:

Rafael Natal x João Zeferino (pesos-médios)
Único catarinense no card, João Zeferino levantou a torcida ao entrar no octógono com a bandeira do estado. Apoiado pela galera, ele mostrou um chão agressivo e, por um round inteiro, segurou Rafael Natal no solo, buscando a chave de perna. os dois rounds seguintes ganharam em troca de golpes, com Rafael evitando o jogo de quedas de Zeferino. Perto do fim da luta, foi Natal quem conseguiu derrubar o adversário e por cima dele ficou, desferindo golpes, até que soasse o gongo. No fim, deu Rafael Natal por decisão unânime (30 a 27, 29 a 28 e 29 a 28).

"Eu sei que falei antes que a mudança de oponente não faria a diferença, mas eu tive que mudar muitas coisas na minha estratégia. Eu iria marcar um lutador alto e canhoto, e tudo mudou. Mas eu sabia que sendo chamado com tão pouca antecedência ele não teria tempo suficiente para ficar em forma, então pensei que, mesmo perdendo o primeiro round, eu levaria o segundo e o terceiro, e foi o que aconteceu", comentou Rafael Natal, após o duelo.

Rafael dos Anjos x Evan Dunham (pesos-leves)
Após uma boa troca inicial de golpes, Dunham mostraria o por que de ser apontado como um cara duríssimo. Ele, que vem de vitória contra Gleison Tibau no UFC 156, aplicaria chutes baixos e conseguiria marcar a distância antes de Rafael. Sem se intimidar, o brasileiro chegou a tentar levar a luta para o chão, mas apenas trouxe o americano pra sua guarda. Os assaltos seguintes foram de equilíbrio e muita troca franca. Dunham permanecia uma rocha, em pé e cada vez que Rafael o acertava, ele vinha em sua direção como se nada tivesse acontecido. mesmo com um corte sério no supercílio direito, Rafael não se abalou e venceu por decisão unânime dos jurados (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28). Pelo Twitter, o presidente dana White mostrou sua indignação com o resultado: "Dunham foi roubado".

Ronaldo Jacaré x Chris Camozzi (pesos-médios)
A estreia mais aguardada da noite foi saborosa para os fãs brasileiros. Rápido e decidido, Ronaldo Jacaré pisou no octógono com o objetivo de finalizar Chris Camozzi e o fez ainda no primeiro round. Após uma troca inicial de golpes, Jacaré levou o americano para o chão e lá ficou por mais de dois minutos. Sem recurso, Camozzi foi presa fácil para o ex-campeão dos médios do Strikeforce e foi obrigado a bater depois de sofrer com um katagatame bem encaixado, aos 3min37s. Resultado: 14ª vitória de Ronaldo em apenas 22 lutas como profissional. Em homenagem ao lutador, a torcida abanava as mãos de cima para baixo e de baixo para cima, imitando uma mordida de jacaré.

"Todo mundo perguntava se eu ia ficar nervoso, mas sabe porque eu não fiquei? Porque essa torcida é demais. Me embolei com ele no chão e sabia que ali ele não ia conseguir lutar. E eu ia conseguir a finalização", afirmou Ronaldo. Ao ser perguntado sobre quem ele preferia enfrentar do combate entre Vitor Belfort e Luke Rockhold, Jacaré foi direto: "O vencedor".

Belfort acertou belo chute em RockholdWander Roberto / inovafoto / Divulgação

Vitor Belfort x Luke Rockhold (pesos-médios)
Enlouquecidos, os fãs acompanharam a apresentação dos lutadores em coro, como se a voz do announcer Bruce Buffer fosse uma melodia que agradasse aos ouvidos dos fanáticos por MMA. O combate começou quente, com Vitor acuando Luke Rockhold contra as grades e batendo forte. De guarda baixa, o americano não parecia oferecer qualquer risco ao brasileiro. Um, dois, três socos foram entrando e logo Luke estava entregue. O tiro de misericórdia veio com um belíssimo chute rodado de Belfort, que acertou em cheio a cabeça do oponente. No chão, Luke não conseguiu se defender dos ataque do brasileiro que, martelando, obteve a vitória com nocaute técnico, aos 2min32s.

"Estou aqui hoje mais forte do que era antes. Um beijo aos fãs maravilhosos, eu não seria nada sem vocês", disse Vitor.

Últimas de Esporte