Receita para o Flamengo sonhar alto no Brasileiro

Muricy Ramalho já conquistou a competição por quatro vezes

Por O Dia

Rio - Muricy Ramalho deu a receita de como se faz um projeto vencedor no Campeonato Brasileiro. O treinador, que já conquistou quatro edições da competição, ensina que o planejamento deve ser construído durante a disputa, de acordo com os resultados conquistados. A princípio, a partir da estreia de sábado, contra o Sport, é encarar cada jogo como uma decisão, sempre em busca da vitória. Depois, precisa ter inteligência para calcular riscos.

“Cada jogo é uma decisão. Se você sai mal, vem a desconfiança. Conta é um pouquinho mais para frente. Se você consegue a primeira colocação, tem que ver onde joga o adversário mais próximo. Tem que ver se pode empatar, ou não, fora”, disse o treinador, que emendou: “Começar com plano é muito difícil. Não é um mata-mata, que em um dia você está bem ou que o árbitro erra e define o jogo. É competição de competência, você tem que acertar na logística. Tem que ter um plantel para revezar bastante. Sair de cara com um plano é muito difícil.”

Muricy Ramalho dá as dicas para o Flamengo no BrasileirãoGilvan de Souza / FlaImagem

Ontem, no Ninho do Urubu, Muricy testou Márcio Araújo e Alan Patrick no lugar de Willian Arão e Mancuello, poupados. Sheik e Everton, testados durante a semana, não estavam mais no campo quando a imprensa teve acesso à atividade. Fernandinho, Cirino e Guerrero formaram o ataque, com o time no 4-3-3.

“Para o Brasileiro, se você joga com um esquema só, é porque você é previsível. Se você joga com duas variações, é porque tem variações. A gente joga com o que temos para jogar. Temos o 4-3-3 e também o 4-4-2. A semana de trabalho é para botar em prática. No microfone e no quadro negro, somos invictos. Na prática é diferente”, disse Muricy.

ZAGUEIRO DO COXA ESTARIA ACERTADO

Juninho, zagueiro do Coritiba é o novo reforço do Flamengo, segundo o ex-presidente do clube Kleber Leite. Ele afirmou, em seu blog, que confirmou a informação por uma “linha cruzada”. Além disso, garantiu que Cleber, do Hamburgo, não será contratado, por causa da alta pedida do clube alemão.

A diretoria do Flamengo, no entanto, mantém a cautela e evita falar em nomes. O técnico Muricy Ramalho ressaltou a importância de se contratar dois zagueiros para o Brasileiro.

“César (Martins) não fica, o Benfica não autorizou. Então, só temos três zagueiros.
Temos que ter no mínimo cinco, porque vêm cartões e contusões. Estamos buscando, claro que a gente não faz para justificar, vamos trazer só se valer a pena. Com Léo, Wallace e Juan está bom para começar”, disse Muricy.