Fluminense e PSG ficam distantes de acordo por Wendel

Após a compra de Mbappé, os franceses acharam melhor parar com as últimas tratativas com o presidente Pedro Abad, que chegou a viajar à Europa para negociar

Por O Dia

Rio - Acertado verbalmente com o Paris Saint-Germain, o Fluminense contava com o dinheiro da venda de Wendel, mas corre o risco de ficar sem os 10 milhões de euros (cerca de R$ 37 milhões). Após a compra de Mbappé, os franceses acharam melhor parar com as últimas tratativas com o presidente Pedro Abad, que chegou a viajar à Europa para negociar. Com a mudança de postura, a negociação dada como certa agora é vista como distante pela própria cúpula tricolor.

Negociação de Wendel ficou longe de ser finalizadaNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

"Não evoluiu. A gente ficou esperando e eles se retiraram. O Wendel segue normalmente como jogador do clube. Contamos com ele até o fim do ano ou até o fim do contrato dele, se nada de diferente aparecer", explicou Fernando Veiga. A expectativa da diretoria é vender o volante para conseguir o dinheiro e diminuir o rombo financeiro.

Entretanto, há a preocupação com a queda de rendimento do jogador, o que pode atrapalhar a chegar aos valores da negociação com o PSG.