Ibovespa perde força e opera no vermelho

Índice é pressionado pelas ações da Vale, dos bancos e das siderúrgicas. Dólar sobe, cotado a R$ 3,02

Por O Dia

Após abrir no azul, o Ibovespa perde força e, por volta das 13h, caía 0,62%, aos 56.437 pontos. Ações da Vale, das siderúrgicas e dos bancos pressionam o índice. Na Câmara dos Deputados, a Medida Provisória 664, que restringe o acesso a benefícios previdenciários, é parte do ajuste fiscal e deve ser votada hoje com o apoio da oposição.

À frente dos ganhos, Oi PN tinha alta de 3,81%. Os papéis da Petrobras também figuravam na ponta positiva – os ordinários subiam 2,45% e os preferenciais tinham alta de 1,60%. Na contramão, Eletrobras ON recuava de 9,27%, seguida de Gerdau PN, que desvalorizava 5,07%. Vale PN tinha queda de 1,62% e Bradesco PN perdia 1,05%.

Nos Estados Unidos, as bolsas sobem diante de dados da economia que sugerem uma lenta recuperação, o que traz a expectativa de que o Federal Reserve (Fed) mantenha os juros baixos por mais tempo. Por volta das 13h, o Dow Jones avançava 0,07%.

No mercado de câmbio, o dólar subia 0,3%, cotado a R$ 3,029 na venda.

Últimas de _legado_Notícia