Produtora de elenco morta na Zona Sul é enterrada em São Gonçalo

Maria Luana de Oliveira Diogo, 34 anos, foi achada morta na casa que morava em Laranjeiras, na segunda-feira. Irmão está preso pelo crime

Por O Dia

Maria Luana foi morta dentro de casa em Laranjeiras. Irmão é o principal acusado e está presoReprodução Internet

Rio - O corpo da produtora de elenco Maria Luana de Oliveira Diogo, de 34 anos, encontrada morta dentro casa que morava em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, foi enterrado na manhã desta quinta-feira no Cemitério Municipal de São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. O irmão da vítima, apontado como o autor da morte com requintes de crueldade, está preso em uma cadeia em Benfica, porta de entrada no sistema prisional. 

Familiares e amigos da produtora estiveram presentes no sepultamento, que ocorreu por volta das 10h30. A mãe de Maria Luana e Pedro, que não mora na cidade, esteve presente e se emocionou muito durante a cerimônia. 

Pedro Luiz de Oliveira Diogo, 24 anos, foi preso na terça-feira em flagrante em uma casa da família que está vazia no Lins de Vasconcelos, na Zona Norte, com ferimentos de unha no corpo e com o celular de Maria Luana. A delegada Marcela Ortiz, da Delegacia de Homicídios da Capital (DH-Capital), disse não haver dúvidas de que ele matou a irmã. "Todos os indícios são suficientes de sua autoria no crime", afirmou.

No mesmo dia, a Justiça converteu a prisão em flagrante para preventiva e o jovem foi enviado para a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, que serve de porta de entrada para os detentos no sistema prisional. Dentro de uma semana, ele deve ser enviado para o Complexo de Gericinó, em Bangu.

Últimas de Rio De Janeiro