Programação de fim de ano não é nada especial

Por O Dia

O fim deste ano, pelo menos naquilo que diz respeito a maioria das emissoras de televisão, não será tão especial como já aconteceu em outros tempos. O que se percebe é que as emissoras têm trabalhado no limite das suas dificuldades, usando de muito malabarismo para contornar os efeitos da crise econômica que bateu em cheio nos mais diversos setores.

Até por parte do telespectador, entre as tantas vítimas de todo esse estrago, verifica-se que a expectativa também não é muito grande, sabendo que na Globo pouca coisa irá além do Roberto Carlos ou 'Show da Virada', assim como o 'Família' e um 'Dancing' já gravado da Xuxa na Record, além de filmes especiais no SBT.

Quase nada, convenhamos, ao que no passado acontecia, até como forma de consagrar outro ano de trabalho. Hoje, usando de maior juízo, verifica-se que todas as TVs trabalham com aquilo que é possível caber no bolso do anunciante. Caso contrário, como manda o bom figurino, melhor fingir de morto.

Comentários

Últimas de Diversão