A maneira correta de dar no couro

Cuidados com furos e dicas para não rachar fazem parte de orientações com estofamento do veículo

Por O Dia

Rio - Está mais comum encontrar carros com estofamento em couro. O material, como qualquer outro, necessita de cuidados para que fique conservado por mais tempo. Se a manutenção não for feita, poderá rachar e desbotar com o tempo. A Easy Carros, plataforma que conecta donos de carros a serviços automotivos, fornece dicas que podem auxiliar nesse quesito. As orientações permitem que o proprietário faça a manutenção dos bancos.

Caso não tenha um aspirador de carro%2C um pano seco pode cumprir a tarefa de retirar sujeiraDivulgação

Em primeiro lugar, verifique se os bancos e as partes do interior em couro possuem algum furo. Havendo, sinalize o local e tome cuidado para que não caia nenhum produto dentro. Depois, é recomendável providenciar o reparo, para que o furo não cresça.

Os bancos de couro devem ser limpos, assim como os de tecido. Primeiro, aspire os assentos, parte a parte, retirando a sujeira visível, assim como poeira e outros resquícios. Caso não tenha um aspirador de carro, um pano seco pode cumprir a tarefa.

Após a limpeza a seco, é a vez da segunda etapa. Neste momento, o ideal é utilizar produtos específicos em limpeza de couro, que podem ser encontrados em lojas do segmento. Não tendo uma fórmula específica, água com sabão neutro pode ser eficiente. É importante usar um borrifador e uma esponja adequada. Caso não a tenha, utilize o lado amarelo de uma esponja comum. Cuidado para não ensopar as áreas. Limpe aos poucos, tirando todo o excesso de sujeira e seque com um pano de microfibra.

Depois, é o momento de hidratar o couro. O ideal é utilizar produtos específicos para couro de automóvel, que atuam como uma segunda limpeza. Eles condicionam, hidratam e protegem o couro dos raios UV.

Especialistas esclarecem que, quanto mais refinado for o hidratante, melhor será absorção do couro. Além disso, dê preferência a compostos líquidos de boa qualidade, pois eles espalham mais facilmente e de maneira uniforme. A aplicação deve ser feita aos poucos, por partes, com o auxílio de um pano de microfibra.

Em seguida, deixe o hidratante agir por cerca de 40 minutos e depois retire o excesso do produto com movimentos circulares, utilizando o mesmo pano. Observe, também, o cheiro do produto. Embora a fragrância dure poucos dias ou semanas, não é agradável conviver com um odor forte ou que não agrade o olfato.

SEM ‘JEITINHO’
Há quem use cremes corporais para hidratar o couro automotivo, declarando ser um resultado bom e barato. Especialistas não aconselham a prática. Isto porque tais loções são cosméticos com funções distintas aos produtos desenvolvidos para aplicação no couro do seu carro. Há uma razão mais simples: a pele humana tem textura diferente do couro automotivo.

Depois%2C a dica da Easy Carros é usar produtos específicos para limpeza de couro. Mas água com sabão neutro também pode cumprir a tarefaDivulgação

Cremes corporais não garantem a limpeza e uma hidratação profunda em assentos de couro. Eles podem até deixar o banco melado e escorregadio, acumular resíduos, além de reduzir a vida útil do material e exalar componentes que engorduram os vidros. Embora perfumem o carro e passem sensação de limpeza e hidratação, dê preferência a produtos automotivos que cumpram a função e entregam melhores resultados.

Proprietário deve procurar especialistas

Após esses quatro passos, toda a parte em couro do interior do automóvel estará limpa, hidratada, protegida, com aquele aspecto e cheiro de novo. “Embora seja um processo possível de ser feito pelo proprietário do veículo, nossa recomendação é que sempre procurem um profissional para realizá-lo. Se não for possível todas as vezes, ao menos a cada duas limpezas, uma deve ser feita por um profissional, que tem maior conhecimento para executar o serviço”, afirma o especialista Fernando Saddi, CEO da plataforma Easy Carros.

O processo de limpeza deve ser feito de acordo com a necessidade do estofamento, mas não deve passar de três meses. Em alguns casos, o ideal é fazer uma vez ao mês. Quanto mais utilizado, menor o intervalo para limpar.<MC> Regiões de clima quente exigem o uso constante do ar-condicionado, como o Rio, e retiram umidade do ar, além de ressecar o couro.

Nesses casos, a recomendação é fazer a hidratação a cada dois meses. Se a tonalidade do couro for mais clara, pode ser necessária uma limpeza semanal.
No aplicativo da Easy Carros, há serviço de limpeza de estofamento de couro, que atende o cliente em seu local de preferência. Dentro das opções de limpeza, a plataforma também oferece serviços como lavagem ecológica, enceramento, polimento, troca de óleo, reparo de para-brisa, entre outros.

Últimas de Automania