Dilma conversa com Biden sobre energia, comércio e segurança

Conversa da presidenta com vice-presidente dos Estados Unidos por telefone "reafirmaou a importância das relações bilaterais", diz nota da Presidência do Brasil

Por O Dia

Brasília/Washington - A presidente Dilma Rousseff conversou com o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, por telefone nesta sexta-feira sobre cooperação em segurança, energia, comércio e outras questões, informaram a Presidência do Brasil e a Casa Branca.

"Eles reafirmaram a importância das relações bilaterais, especialmente na área de energia e comércio", disse a Presidência em nota, acrescentando que Dilma irá se encontrar com o presidente dos EUA, Barack Obama, na Cúpula das Américas, em abril, na Cidade do Panamá.

A Casa Branca noticiou primeiro a conversa e destacou interesses comuns entre os dois países.

"O vice-presidente reafirmou a importância estratégica da relação bilateral e enfatizou o compromisso dele e do presidente Obama de trabalhar com a presidente Dilma Rousseff para avançar nossos interesses cada vez mais comuns como dois parceiros hemisféricos e globais", disse a Casa Branca em comunicado.

Dilma deve fazer uma visita de Estado aos EUA até setembro, num gesto para estreitar novamente a relação entre os dois países, que ficou abalada depois das revelações de que a Agência de Segurança Nacional norte-americana havia espionado as comunicações da presidente e de milhões de brasileiros.

Após as revelações da espionagem norte-americana, Dilma tornou-se um dos poucos líderes na história a cancelar uma visita de Estado a Washington, em outubro de 2013.

O escândalo também levou Dilma a descartar a compra de caças F-18, da Boeing, que faziam parte de uma concorrência da Força Aérea Brasileira. O Brasil acabou comprando caças da Suécia por US$ 5,4 bilhões.

Desde então, diplomatas de ambos os lados têm trabalhado para reduzir as tensões.

Últimas de _legado_Notícia