Polícia instaura inquérito para apurar assédio de Biel a repórter do IG

"Acusado e vítima já forma ouvidos e testemunhas prestarão depoimento", anunciou a Polícia Civil de São Paulo

Por O Dia

São Paulo - A Polícia Civil de São Paulo anunciou nesta terça-feira que abriu inquérito para apurar o caso de assédio sexual de MC Biel a uma jornalista do IG. O caso foi registrado na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo, no último dia 8. Em comunicado, a Polícia Civil informa que foi instaurado inquérito por assédio sexual na 1ª DDM da Capital e que o caso segue em investigação. Acusado e vítima já foram ouvidos e testemunhas prestarão depoimento nos próximos dias.

BielDivulgação

Relembre o caso

Biel foi denunciado por uma repórter do iG, que prefere não ser identificada, na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo por assédio sexual. Durante uma entrevista de divulgação de seu novo trabalho, em maio, o cantor declarou que "quebraria no meio" a jornalista se mantivesse relações sexuais com ela.

Em outro momento da entrevista, Biel conversa com um amigo pelo celular e, para este amigo, chama a repórter de "ramelona" e "gostosinha". O diálogo foi gravado em áudio e vídeo, e entregue à polícia como prova no processo de investigação. Nesta terça, o IG disponibilizou o áudio.

Depois de ser desconvidado para carregar a tocha olímpica, o cantor também deve ser vetado de participações em programas da Globo e terá sua música, "Química", retirada temporariamente da trilha sonora da novela “Haja Coração”, segundo o jornal "Agora".

Fonte: IG

Últimas de Diversão