Por gabriela.mattos
Rio - A crise econômica levou ao cancelamento do tradicional concurso de marchinhas carnavalescas realizada pela Fundição Progresso. A competição mais importante do gênero no Brasil, que atraía compositores do país inteiro, não irá ser realizada por falta de patrocinadores.
Algumas empresas que investiam no evento preferiram retirar o patrocínio por conta de corte de gastos. Campeão do ano passado e maior finalista da história do concurso, o compositor Daniel Pereira lamenta que o fim do evento é uma perda para a cultura carioca. “Fico triste, pois era um dos últimos resquícios dos carnavais antigos.”
Publicidade
O palco dos Arcos da Lapa, onde se apresentavam os finalistas das marchinhas, além de receber diversos shows durante o Carnaval, pode também não ser montado neste ano. Em reunião ontem, representantes da Fundição mostraram para a Secretaria Municipal de Turismo as dificuldades que eles enfrentam. De acordo a Riotur, a prefeitura está fazendo esforço financeiro para continuar com o patrocínio para o palco.
O órgão informou, em nota, que tentará ajudar o evento. Para isso, está estudando em quanto será possível colaborar. Até a próxima semana, vão conversar novamente com representantes da Fundição para tentar se chegar a uma solução para manter as apresentações no local.
Publicidade
?Reportagem da estagiária Marina Cardoso