Governo prevê alta de imposto

Aumento da taxação deve anunciado até o próximo dia 30.

Por O Dia

Rio - O governo federal anunciou ontem corte de R$58,168 bilhões no Orçamento deste ano para cumprir a meta de déficit primário de R$ 139 bilhões. Logo após a divulgação do contingenciamento, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, deixou claro que a elevação de impostos poderá ser necessária porque, do contrário, o corte para tapar o buraco orçamentário seria excessivo para a União. O aumento da taxação deve anunciado até o próximo dia 30.

O ministro ressaltou ainda que a ideia não é cobrir toda a deficiência orçamentária com aumento de tributos, e sim parte com cortes e parte com elevação de impostos. “Aumento de tributo é uma coisa séria, contingenciamento também é uma coisa séria. O que queremos é anunciar número preciso”, completou.

Uma das questões que ainda está sendo discutida é se os tributos serão aumentados de forma provisória ou permanente. “(Na próxima) Terça-feira estaremos decididos e implementaremos imediatamente”, acrescentou.

Últimas de Economia