Com três gols de Neymar, Seleção vence fácil África do Sul em amistoso

Seleção não teve dificuldade para aplicar 5 a 0 nos Bafana Bafana

Por O Dia

África do Sul - O Brasil voltou nesta quarta-feira ao Soccer City, em Joanesburgo, na África do Sul, para enfrentar os donos da casa em jogo válido pela super rodada de amistosos internacionais. Naquele gramado, a seleção brasileira já havia derrotado outro time africano, a Costa do Marfim, por 3 a 1, durante a Copa do Mundo de 2010. Desta vez a história não foi diferente, com gols de Neymar(3) e Oscar e da novidade da lista Fernandinho, a seleção canarinho bateu o Bafana-Bafana por 5 a 0.

Antes da partida, Nelson Mandela, que morreu há exatos 3 meses, foi homenageado no estádio. Presidente por cinco anos, 'Madiba' foi o principal combatente do regime de segregação social, o Apartheid, que fez parte da sociedade sul-africana por mais de 40 anos. Os jogadores da África do Sul entraram em campo com o número da cela, onde Mandela esteve preso, na parte da frente da camisa (46664). A CBF também entregou uma placa ao atual presidente da África do Sul, Jacob Zuma, e prometeu doar US$ 50 mil para uma instituição de Mandela.

Jogadores do Brasil comemoram o gol marcado por OscarReuters

O JOGO

Mostrando sua superioridade técnica desde o começo da partida, a seleção brasileira tratou logo de tranquilizar o jogo para o seu lado. Logo aos 9 minutos, Oscar recebeu ótimo lançamento de Hulk por trás da defesa sul-africana e tocou na saída do goleiro. Após isso, a Seleção tratou de tocar a bola e envolver os bafana-bafana com sua habilidade. Aos 20 minutos, Neymar recebeu passe por trás da defesa, tentou passar pelo goleiro, mas perde o ângulo e chutou em cima do rival. Com 28, Neymar passa pela marcação, entra na área, tenta tocar por cima, mas o goleiro impede o gol.

Aos poucos, Neymar ia mostrando que seria o melhor jogador da partida chamando a responsabilidade para si nos lances mais importantes. Aos 38 minutos, Neymar avançou até a área, Fred, sem marcação, pediu a bola, mas o camisa 10 insiste na jogada individual e foi desarmado facilmente. Dois minutos depois, a joia brasileira deixou sua marca, o camisa 10 recebeu na intermediária, avançou até conseguir ter a visão do gol e chuta cruzado com potência e categoria. Com 43, Marcelo recebeu sem marcação na ponta esquerda, tenta tocar para Fred concluir. Na saída para o intervalo, Rafinha comentou sobre sua participação na seleção: "Estou acostumado com esse tipo de jogo. Estou tranquilo, é gostoso. A experiência de campeonatos como a Liga dos Campeões ajuda muito nessas horas".

Neymar foi o grande destaque da partida%2C com três gols marcadosReuters

Logo com um minuto do segundo tempo, Neymar deixou sua marca mais uma vez, só que um golaço. Fred tocou para o camisa 10 seguir sozinho em direção ao gol. O craque tocou por cima do goleiro. Com isso o Brasil passou a administrar a partida apenas tocando a bola. Só aos 29 a Seleção voltou a mostrar perigo. Daniel Alves recebeu bola espetacular por trás da defesa, mas chutou em cima do goleiro. Jô está sozinho no meio da área, pedindo a bola. Aos 33, a novidade da lista de Felipão foi recompensada com um gol. Fernandinho acertou lindo chute de fora da área, e a bola vai parar no canto direito do goleiro. Para fechar com chave de ouro a grande atuação da seleção brasileira, mais um gol de Neymar! Daniel Alves cruzou, Jô ajeitou de cabeça, e o camisa 10 tocou para o fundo da rede.

Últimas de Esporte