Uma boa decolagem do Flamengo

Saldo do Rubro-Negro após torneio de verão é positivo

Por O Dia

Rio - Nos dois jogos do Torneio de Verão em Manaus o saldo do Flamengo foi muito bom. Na vitória sobre o Vasco, Paulo Victor garantiu, mas o time foi sempre melhor e, neste domingo, nem foram necessários milagres do goleiro. Fora um gol perdido por Thiago Mendes na fase inicial, o São Paulo não ameaçou e a sua lentidão foi neutralizada sem problemas por um Flamengo simples, organizado, com boa marcação em todos os setores e, na medida do possível, velocidade, que acabou sendo decisiva no segundo tempo.

Luxemburgo dá forma ao Flamengo de 2015Divulgação

O Fla mantém a firmeza de sua defesa do ano passado desde a era Vanderlei e melhora o setor ofensivo principalmente pela eficiência de Everton aliada à movimentação de Marcelo Cirino e às excelentes jogadas de Arthur Maia, que se firma a cada partida e fez uma jogada espetacular no primeiro tempo que quase resultou em gol. Os reservas foram bem na vitória com destaque para Luiz Antonio, que mudou o jogo com a sua determinação, além do grande lance para o gol de Samir. O Fla volta de ótimas férias.

Previsível

Pelo que se viu no jogo-treino do Fluminense contra a Cabofriense, os problemas ficaram bem visíveis e não foi surpresa alguma constatar a solidão de Fred no ataque e a falta de penetração e entrosamento no meio-campo. Não será da noite para o dia, mesmo que venha uma boa contratação, que esse problema será resolvido. O Fluminense sabia que teria um preço a pagar pelo desmonte e não poderia fugir disso. A volta à realidade pode ser traumática.

Nostalgia

Talvez a melhor coisa do amistoso do Botafogo no Engenhão tenha sido a presença de Cuca recebendo justa homenagem do clube. Ele criou uma grande identificação com os alvinegros e, no futuro, pode voltar ao clube. Ele teve bons momentos lá pelos idos de 2007 e 2008 e criou um estilo corajoso e ofensivo, valorizando a boa técnica. Dos novos treinadores que surgiram é o que mais promete em termos de renovação. E nunca foi marrento como alguns de seus colegas.

Sem empolgação

Por mais que a derrota do Botafogo para os chineses do Shandong possa ser explicada pelo empenho e compactação do adversário (com bons jogadores como Tardelli e Vagner Love), ou pelo desentrosamento alvinegro, os velhos erros de 2014 reapareceram como um fantasma. O time se esforçou, mas errou passes, chutou bolas a esmo e mostrou uma incrível aptidão para perder chances. Não se viu qualquer vislumbre de técnica e vai ser difícil esperar bom futebol deste time.

Descontrole

Até que não é comum Cristiano Ronaldo ser expulso em uma partida, embora não sejam raras as suas reclamações contra adversários, árbitros e até companheiros. Sua personalidade é bem diferente da de Messi, que parece interiorizar os seus sentimentos. No jogo contra o Córdoba, Cristiano foi expulso depois de um soco e um pontapé e, vamos convir que, até pelo seu nível, ele não precisa partir para essas baixarias. Ainda bem que Bale limpou a barra do Real.

O velho vencedor das Copinhas

O Corinthians ganhou sua nona Copinha e, em pouco mais de 40 competições, chegou a 16 finais. Mesmo com a vantagem de jogar em casa, isso não é coincidência. Ainda que tenha dificuldades de lançar garotos no time principal, talvez por conta da enorme pressão da torcida (e recentemente pela intromissão de empresários), o Corinthians fez excelente campanha e manteve a tradição. O Botafogo-SP jogou de igual para igual e o seu goleiro Thales, depois de grandes defesas, entregou o ouro.

Últimas de Esporte