Com direito a gol contra, Flamengo perde para o Galo na reestreia de Sheik

Em seu retorno ao Rubro-Negro, atacante pouco fez e teve atuação muito discreta na derrota por 2 a 0 no Maracanã

Por O Dia

Rio - A reestreia de Emerson Sheik pelo Flamengo foi para esquecer. Retornando ao clube após seis anos longe, o atacante teve atuação discreta e pouco fez para evitar a derrota do Rurbo-Negro por 2 a 0 para o Atlético-MG, neste sábado, no Maracanã, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

FOTOGALERIA: Confira as imagens da derrota do Flamengo para o Atlético-MG

Mesmo tendo um bom público e uma atmosfera favorável por conta da reestreia de Sheik, o Fla teve péssima atuação no primeiro tempo e foi envolvido pelo Galo, que aproveitou para construir seu placar contando com a ajuda de Samir, que marcou contra e Lucas Pratto, em falha de César, para garantir mais uma vitória.

Na reestreia de Emerson Sheik, o Flamengo jogou mal e perdeu para o Galo por 2 a 0Bruno de Lima / Agência O Dia

A derrota interrompe uma sequência de dois triunfos seguidos e breca a reação rubro-negra no Brasileirão. Com sete pontos, o Flamengo volta a zona de rebaixamento e está na 17ª colocação. Na próxima rodada o Fla terá o clássico contra o Vasco, às 18h30, na Arena Pantanal. Já o Atlético-MG mantém sua boa campanha na competição e chegou a 14 pontos, entrando no G-4 com a vitória. Também no domingo o Galo recebe o Joinville, às 11h, no Mineirão.

O JOGO

Embalado pela reestreia de Emerson Sheik e um bom público no Maracanã, o Flamengo encarou o Atlético-MG buscando a terceira vitória seguida no Brasileirão. Mas apesar de toda a atmosfera favorável no estádio, os primeiros 20 minutos foram sonolentos e de muita bola no meio-campo, sem nenhuma finalização de ambos os times.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Flamengo

Porém, aos 21, Samir fez questão de balançar as redes, mas do lado errado. Após cruzamento de Dátolo, o zagueiro do Fla entrou deslizando para cortar a bola, mas se enrolou e colocou contra a própria meta abrindo o placar para o Galo. O gol desestabilzou o Rubro-Negro, que não conseguiu pressionar e esboçar nenhuma reação. Dominante e com a bola no pé, o Atlético-MG mandava na partida.

Emerson Sheik teve uma fraca atuação em sua reestreia com a camisa do FlamengoBruno de Lima/Agência O Dia

Novamente explorando as laterais, o Galo conseguiu ampliar em mais uma jogada pelo lado de campo. Após bom lance pela direita, Lucas Pratto recebeu na meia lua e finalizou com categoria no canto de César, que pulou atrasado e não conseguiu chegar a tempo para evitar o segundo tento do Atlético-MG. Sem organização nenhuma, o Flamengo foi para os vestiários sob vaias da torcida presente no Maracanã. Reestreiando no Rubro-Negro, Sheik pouco tocou na bola e foi figura nula no primeiro tempo.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Brasileiro

Insatifeito com o desempenho do time no primeiro tempo, Cristóvão Borges resolveu mexer no intervalo e colocou Alan Patrick e Marcelo Cirino. As duas alterações melhoraram o time, mas o Flamengo continuava com dificuldades em finalizar as jogadas. Organizado e saindo na boa no contra-ataque, o Atlético-MG se fechou e administrava a sua boa vantagem. 

Outro estreante da noite, Alan Patrick já foi mais participativo que Sheik e melhorou o meio-campoBruno de Lima/Agência O Dia

Aos 6. o Fla chegou bem após troca de passes entre Alan Patrick e Marcelo Cirino, que serviu para Canteros finalizar e exigir boa defesa de Victor. Porém o lance foi o único de maior perigo do Flamengo na maior parte do segundo, que esbarrava nos sucessivos erros de passes quando se aproximava da área do Atlético-MG.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Brasileiro

O jogo só voltou a esquentar aos 24, quando Wallace aproveitou cruzamento de Sheik e cabeceou para mais uma boa defesa de Victor. Quase que instantaneamente, o Galo respondeu com perigo em jogada de Lucas Pratto, que finalizou para César colocar para escanteio. Mais uma vez, o jogo caiu de produção após a intesidade momentanea e o Fla pouco agredia. Nem mesmo a expulsão do lateral-direito Patric, aos 40, foi capaz de fazer o Flamengo reagir em casa e impedir o retorno do time a zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0x2 ATLÉTICO-MG

Estádio: Maracanã (RJ)
Público e Renda: Pagantes 36.774/ Presentes 42.318/ Renda R$ 1.397.007,50
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Gols: Samir (Contra, aos 21' do 1ºT), Lucas Pratto (Atlético-MG, aos 40' do 1ºT)
Cartões Amarelo: -
Cartões Vermelho: Patric (Atlético-MG)

FLAMENGO: César, Luiz Antônio, Wallace, Samir e Pará (Alan Patrick, intervalo); Márcio Araújo, Canteros, Everton e Gabriel (Marcelo Cirino, intervalo); Eduardo da Silva e Emerson Sheik. Técnico: Cristóvão Borges.

ATLÉTICO-MG: Victor, Patric, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca, Dátolo, Giovanni Augusto e Maicosuel; Thiago Ribeiro e Lucas Pratto. Técnico: Levir Culpi.