Zinho afirma que não se incomodou com repercussão de vídeo em clássico

Auxiliar foi flagrado comemorando o gol do Vasco contra o Fla

Por O Dia

Rio - Revelado no Flamengo e com um passado vitorioso pela Gávea, Zinho vive a experiência de ser auxiliar técnico do maior rival do Rubro-Negro. No clássico desta quarta-feira, o momento em que ele comemorou o gol de empate marcado por Riascos foi registrado pelas câmaras da TV. A cena repercutiu muito e foi tema da entrevista coletiva de Zinho nesta sexta-feira.

Zinho comentou sobre a repercussão do vídeo Paulo Fernandes/Vasco.com.br

"Nenhuma mágoa. Eu cheguei no Flamengo com 11 anos de idade. Só tenho agradecimento, gratidão ao Flamengo. Não tem mágoa nenhuma. Isso totalmente fora de cogitação. Nós estamos brigando por conquista de título, por invencibilidade. Estou muito feliz aqui no Vasco, todos os dias. O Vasco me recebeu de braços abertos. Por toda essa rivalidade que tem, por toda essa história minha, eu sou um privilegiado. Todo dia eu tenho que comemorar. Não é fácil para um profissional trabalhar em duas equipes com tanta paixão e ser bem aceito. Acho que o torcedor do Flamengo que ficou chateado tem que ver que sou um profissional, amo a minha profissão, amo fazer o que eu faço e sou muito grato pelo Vasco por ter aberto as portas pra mim. E estou vestindo a camisa do Vasco da Gama realmente. Todo lugar que eu passei, eu me doei 100%", afirmou.

Zinho disse que não se incomodou com qualquer repercussão negativa em relação a sua atitude. Ele afirmou, inclusive, que guardou o vídeo da comemoração em casa.

"No gol do empate, eu comemorei muito. Estamos invictos, conseguimos manter essa invencibilidade. Eu nem vi quem me agarrou. Depois que eu vi que foi o Jorginho. E foi uma comemoração linda. Eu até guardei. Pra falar a verdade? Eu guardei lá em casa. Valeu muito para mim", finalizou.