Agência constata captação irregular da 2ª cota do volume morto pela Sabesp

Alckmin revelou que a Sabesp ainda tem uma 2ª e uma 3ª reserva técnica para suprir o abastecimento de água no estado

Por O Dia

São Paulo - O presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu, afirmou que a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) captou 3,2 bilhões de litros de água do volume morto além do limite autorizado.

Segundo Vicente Andreu, técnicos do orgão realizaram uma vistoria e verificaram que o índice da represa de Atibainha estava abaixo da cota mínima autorizada. "Fomos lá e constatamos nas réguas que o reservatório estava baixo, mandamos um oficio para Sabesp. O que aconteceu? As réguas foram retiradas.”

Segundo técnicos do órgão, índice da represa de Atibainha estava abaixo da cota mínima autorizadaReuters

Nesta terça-feira, o governador Geraldo Alckmin revelou que a Sabesp ainda tem uma segunda e uma terceira reserva técnica para suprir o abastecimento de água no estado e descartou a possibilidade de racionamento de água por conta das obras.

"Ela existe para ser utilizada apenas quando precisarmos. Nem a segunda nunca foi utilizada, nunca tivemos nenhuma bomba, equipamento para retirar água. Em 74 dias construímos e agora já está tudo pronto, caso seja preciso utilizar a segunda reserva. E existe ainda uma terceira. Ou seja, a população pode ficar tranquila, pois todas as medidas estão sendo tomadas", explicou.

Porém o presidente da ANA afirmou que só restará o lodo após a retirada da segunda cota do volume morto. "Eu acredito que, tecnicamente, será inviável. Do ponto de vista ambiental, essa água é o ralo do reservatório. Se a crise se acentuar, é bom a quepopulação saiba que não haverá alternativa, só restará o lodo", disse.

Últimas de _legado_Brasil