Após questionar ação policial, Datena recebe críticas na web

Apresentador levantou a hipótese de irregularidade na ação da PM, que baleou dois suspeitos na noite desta terça-feira

Por O Dia

São Paulo - O apresentador José Luis Datena, do programa "Brasil Urgente", da Band, recebeu críticas na Internet ao questionar ao vivo uma atitude de um policial contra dois suspeitos ocorrida nesta terça-feira, em São Paulo. O PM atirou à queima roupa na dupla após uma perseguição transmitida pela emissora e pelo 'Cidade Alerta', da TV Record. O agente foi preso no fim da manhã desta quarta-feira.

A cena mostra o policial militar da equipe de Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta (Rocam) de São Paulo, na Zona Sul da cidade, atirando nos dois a menos de dois metros, depois que a moto em que os eles estavam ter caído.

Apresentador foi criticado por levantar a hipótese de irregularidade na ação da PMReprodução TV

Como de costume, Datena narrava a cena minuto a minuto. "Não sei se os caras apontaram o revólver para o policial, não vi. Provavelmente, sim”. Logo após o apresentador levantou a hipótese de a ação policial ter sido irregular e que a corregedoria da PM deveria responder pelo ocorrido. "A pergunta que a gente coloca em primeiro lugar é se aquele primeiro tiro era necessário para parar o cara (bandido)", indagou Datena. 

No entanto, o questionamento do apresentador gerou duras críticas na web. "Datena doido pra ver se o bandido tá desarmado pra acusar o policial. Datena chamando a corregedoria antes dos fatos", disse um internauta na rede social Twitter. "Datena dando Ibope aos bandidos que estavam na moto praticando assaltos", alfinetou outro. "Vai lá, Datena, correr atrás de bandido. Ficar caguetando o policial no conforto do estúdio é fácil", acrescentou um telespectador.

Internauta critica a atitude do apresentadorRepreodução Twitter

Leia mais:

PM prende policial que atirou à queima roupa em jovens após perseguição

PM atira à queima roupa em suspeito durante transmissão ao vivo

Últimas de _legado_Brasil