Homem mata duas mulheres e uma criança dentro de casa em Nova York

O suspeito trabalhava como porteiro em um clube noturno e foi jogador profissional de basquete em Portugal

Por O Dia

EUA - Ao todo, duas mulheres e uma menina foram assassinadas em casa neste sábado em Nova York supostamente pelo pai da criança, que horas depois se matou quando era procurado pela polícia. O corpo do suspeito, identificado como Jonathan Walker, foi encontrado com ferimento de bala, em uma região afastada do local onde a família morava, no distrito de Queens, informou a imprensa local.

Jonathan Walker teria se matado quando era procurado pela políciaReprodução Facebook

Embora as autoridades não confirmem oficialmente os laços, todos os meios de comunicação dizem que o suposto homicida era o pai da criança, companheiro de uma das vítimas e genro da outra.

A polícia encontrou os corpos das três mulheres, de sete, 31 e 62 anos, às 5h40 (horário local, 8h40 em Brasília). Segundo o jornal "The New York Post", Walker foi de quarto em quarto atirando.

Uma segunda menina, de 12 anos, sobreviveu e está internada em estado crítico com ferimentos na cabeça. De acordo com a polícia, foi a própria adolescente que ligou para os serviços de emergência.

Ainda não se sabe o que levou Walker a atirar. Na noite anterior, ele encontrou um amigo e disse que voltaria para casa para assistir TV com a família.

O homem de 34 anos trabalhava como porteiro em um clube noturno e jogou basquete profissionalmente em Portugal na temporada 2008/2009, segundo o jornal "Daily News".

Últimas de _legado_Mundo e Ciência