Cachorrinhos de Johnny Depp deixam Austrália para não serem sacrificados

Ator enviou os bichinhos de estimação de volta para os Estados Unidos nesta sexta-feira

Por O Dia

Austrália - Após o ministro da Agricultura australiano ameaçar sacrificar seus dois cães, o ator Johnny Depp enviou os cachorrinhos de volta para os Estados Unidos em um voo nesta sexta-feira. O retorno dos animaizinhos aconteceu um dia após o ator ser notificado de que caso não passassem por um período de quarentena antes de entrar na Austrália, os cachorros seriam sacrificados.

Johnny Depp está no país para filmar "Piratas do Caribe 5: Os Mortos Não Contam Histórias" e, de acordo com a agência de notícias Reuters, vai ter que passar por uma entrevista com as autoridades locais para explicar como os bichinhos entraram de forma ilegal na Austrália. O caso mostra como são duras as leis sobre animais no país, que não tem casos de raiva entre cães.

Em abril, Johnny Depp levou os cachorros ao país em seu avião particular, mas não declarou a entrada à alfândega. No entanto, funcionários do governo foram informados da presença dos bichinhos no país quando eles foram levados a um salão de cuidados de animais. 

Johnny Depp envia seus cachorrinhos de volta para os Estados UnidosReuters

 

Últimas de _legado_Mundo e Ciência