Operação termina com uma mulher presa e um suspeito morto na Rocinha

Polícia Civil prendeu Natasha Marques Veras, que atuava na distribuição da droga e tinha acesso a liderança do tráfico

Por O Dia

Rio - Uma operação de policiais da 11ª DP (Rocinha) na Favela da Rocinha — que conta com uma Unidade de Polícia Pacificadora — terminou com uma mulher que atuava no tráfico de drogas presa e um suspeito morto após troca de tiros, na manhã desta quarta-feira. A ação teve o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). 

Contra Natasha Marques Veras, de 25 anos, foi cumprido um mandado de prisão preventiva, expedido pela 35ª Vara Criminal da Capital, pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas. Segundo a polícia, ela foi identificada durante as investigações que resultaram na operação Gênesis, desencadeada em setembro de 2014 e que contou com a expedição de 51 mandados de prisão.

Mulher que atuava no tráfico é presa na RocinhaDivulgação

Ainda de acordo com a investigação, Natasha tinha grande articulação criminosa e atuava na aquisição de drogas junto as comunidades do Complexo da Pedreira, dominada pelo traficante mais procurado do Rio Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy. A traficante também participava da venda de drogas, inclusive para presídios.

Mulher foi presa com dinheiro que seria levado para a favela do Lixão%2C em CaxiasDivulgação

As investigações também revelam que ela tinha livre trânsito junto a liderança do tráfico, atuando inclusive na compra de bens de consumo para traficantes.

O suspeito morto durante o tiroteio não foi identificado. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Com ele foi apreendida uma pistola Glock 9 mm.

Loura presa com dinheiro do tráfico em ponto de ônibus na Avenida Brasil

Uma mulher foi presa na Avenida Brasil, altura da favela Parque União, com R$ 16,5 mil, na noite desta terça-feira. Segundo informou a Polícia Militar, a loura confessou que estava levando a quantia para a favela do Lixão, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

A prisão foi realizada por policiais do Grupamento de Policiamento Transportado em Ônibus Urbano (GPTOU), quando a equipe fazia revistas em pessoas que estavam em um ponto de ônibus da via expressa.

O caso foi registrado na 21ª DP(Bonsucesso).

Últimas de Rio De Janeiro