Ossada encontrada pode ser de chileno desaparecido

Vítima sumiu há um mês na Baixada

Por O Dia

Chileno foi levado em veículoReprodução

Rio - A Polícia Civil encontrou nesta terça-feira no Morro do Gericinó, em Mesquita, Baixada Fluminense, uma ossada carbonizada. Segundo o titular da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) Fábio Cardoso, é possível que os restos mortais sejam do chileno Leonel Branas Muga, 50, desaparecido desde o início do mês.

De acordo com informações da especializada, Leonel morava na comunidade da Chatuba e, ao sair de casa no dia 2 de julho, teria sido abordado por dois homens armados que o colocaram no porta-malas de uma caminhonete. Ainda de acordo com a polícia, a ação feita ontem era justamente para tentar localizar a vítima. Leonel era conhecido como ‘chileno’ no local em que morava, por conta de sua nacionalidade. Ele trabalhava na prefeitura de Mesquita desde 2009. A ossada encontrada foi encaminhada para o Instituto Médico-Legal (IML) para análise.

Últimas de Rio De Janeiro