Pezão diz que 'guerra do tráfico' não vai acabar enquanto existir consumo

Governador fez afirmação após recentes casos de violência nas zonas Norte e Oeste da cidade

Por O Dia

Rio - Após os recentes casos de violência na cidade, o governado Luiz Fernando Pezão afirmou nesta sexta-feira que enquanto houver guerra por conto de venda de drogas e o consumo vai haver derramamento de sangue.

"Infelizmente enquanto houver consumidor de drogas e tiver as pessoas entrando com armamento vai ter essa guerra. Enquanto houver consumo, as pessoas procurando, se viciando, vai ter a guerra pelo tráfico. A boca de fumo dá muito dinheiro, você vai em uma boca de fumo da Rocinha dá dois milhões por semana", disse.

Pezão comentou recentes casos de violência no RioBruno de Lima / Agência O Dia

Violência sem fim

Diversos episódios de violência na cidade marcaram esta quinta-feira. Em Quintino, um engenheiro foi morto atingido por uma bala perdida dentro de casa durante um confronto entre traficantes fortemente armados e policiais militares. Floriano Fernandes Barbosa Filho, de 49 anos, será enterrado nesta sexta-feira no Cemitério do Catumbi, na Zona Norte.

No Complexo do Alemão, dois jovens, entre eles um menor de idade, morreram durante um confronto com a policiais do UPP na Grota. Segundo a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), eles trocaram tiros com os PMs. Durante a noite e madrugada, tiroteios voltaram a assustar moradores na região, que ficaram sem poder voltar para casa.

Em Gardênia Azul, uma suposta guerra entre milicianos locais e traficantes da Cidade de Deus teria deixa pelo menos um morto e mais dois homens baleados, na que seria 

No Morro do Jordão, em Jacarepaguá, os constantes confrontos entre criminosos motivou uma operação, na manhã desta sexta-feira, na região. Policiais do 18º BPM (Jacarepaguá), do Batalhão de Polícia de Choque (BPCHq), do Batalhão de Operações Especiais (Bope), do Batalhão de Ações com Cães (BAC) e do Grupamento Aeromarítimo (GAM) participam da ação.

LEIA MAIS

Engenheiro morto dentro de casa por bala perdida será enterrado nesta sexta

Tiroteio assusta moradores do Complexo do Alemão

Suspeito é morto e dois são baleados em suposta invasão na Gardênia Azul

Polícia faz operação em favela da Zona Oeste da cidade

Últimas de Rio De Janeiro