Bandidos atacam policiais militares na Penha e Coelho Neto

Ação na Zona Norte ocorreu pouco antes da virada do ano

Por O Dia

Rio - Cinco policiais militares ficaram feridos durante ataques de bandidos, pouco antes da virada do ano. O primeiro ataque aconteceu na Vila Cruzeiro, quando traficantes de drogas dispararam suas armas contra a UPP do local. O policial Medeiros foi salvo pelo fuzil que carregava. Uma das balas dos bandidos atingiu a coronha da arma e estilhaços atingiram o rosto do PM. O PM foi medicado no Hospital Getúlio Vargas e foi liberado. A PM fez buscas na região, mas não conseguiu prender ou identificar os atacantes. 

Pouco depois, em Coelho Neto, desconhecidos atacaram patrulha da PM na Rua Taquarixim, na comunidade Jorge Turco, de acordo com a PM. Houve tiroteio e dois sargentos, Custódio e Mateus, do 9º Batalhão da PM, e mais um agente foram baleados. Um suspeito, que estava com pistola calibre 9 milímetros, foi ferido e morreu. Ele não foi identificado.

Os policiais militares foram medicados no Hospital Carlos Chagas, em Marechal Hermes, e já foram liberados. O policiamento segue reforçado na região. O caso foi registrado na 29ª DP.

Em Niterói, na madrugada do dia primeiro do ano, um policial militar foi baleado no Largo da Batalha. Segundo a corporação, o agente estava num Destacamento de Policiamento Ostensivo, que foi atacado por dois suspeitos.

O policial foi ferido de raspão em um dos braços. Ele foi socorrido e medicado no Hospital Icaraí, e não corre risco de morrer. Ainda segundo a PM, agentes fizeram um cerco para tentar localizar os bandidos, mas, até o início da tarde, não havia registro de prisão. Logo no primeiro dia do ano, também houve troca de tiros no Morro dos Tabajaras, em Copacabana. Não houve registro de feridos.

Últimas de Rio De Janeiro