No Dia Internacional da Mulher, Maria da Penha tem casa demolida na Zona Oeste

Mulher tem sido um dos grandes símbolos de resistência e liderança da comunidade da Vila Autódromo

Por O Dia

Rio - Após demolir o prédio da Associação de Moradores e Pescadores da Vila Autódromo em fevereiro, a Prefeitura conseguiu autorização, nesta terça-feira, para demolir uma casa na comunidade da Zona Oeste, que fica ao lado do Parque Olímpico.

Em pleno Dia Internacional da Mulher, em que se reivindica direitos iguais, Maria da Penha, uma das lideranças locais, hoje não tem voz e não tem teto para morar. Curiosamente, ela é uma das 10 mulheres de destaque —  que atuam na defesa dos direitos femininos — que serão homenageadas hoje na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro pela deputada Enfermeira Rejane (PCdoB) às 18h30. 

Galeria: Veja mais fotos da demolição na comunidade

Maria da Penha teve sua casa demolida na manhã desta terça-feira na Vila AutódromoFoto%3A Rio on Whatch

O local que tem sido palco de demolições fica ao lado de um grande complexo que concentra boa parte das instalações dos jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. A remoção das casa tem sido pleiteada pela prefeitura desde o início das obras para a competição.

Uma equipe do Núcleo de Terras e Habitação (Nuth) da Defensoria Pública do Estado segue, nesse momento, para a Vila Autódromo para acompanhar o caso. Na semana passada, a Defensoria havia conseguido uma liminar que garantia a manutenção do imóvel. 

Últimas de Rio De Janeiro