Tarifas das barcas aumentam a partir desta sexta-feira

Passagem das linhas que circulam entre Praça 15 e Praça Arariboia subiu de R$ 5 para R$ 5,60

Por O Dia

Rio - Quem anda de barca ou catamarã vai sentir a passagem pesar mais no bolso a partir desta sexta-feira. A tarifa das linhas que circulam entre a Praça 15 e a Praça Arariboia (em Niterói), Cocotá e Paquetá subiu de R$ 5 para R$ 5,60 (12%). Já a dos catamarãs da linha seletiva de Charitas foi reajustada de R$ 13,90 para R$ 15,40 (10,79%).

Também foram atingidos os passageiros que ganham desconto utilizando o Bilhete Único nas linhas de tarifa simples (que passaram a custar R$ 5,60), o que corresponde a 80% do total de pagantes. Até esta quinta-feira, eles embarcavam pagando tarifa social de R$ 3,50. Agora, passam a desembolsar R$ 4,10 (alta de 17,14%).

UM REAL DE AUMENTO

Nas linhas que atendem Mangaratiba, Ilha Grande e Angra dos Reis, o aumento foi de R$ 14 para R$ 15 (7,14%). O direito à gratuidade em uma viagem de ida e uma de volta por dia para moradores da Ilha de Paquetá e da Ilha Grande está mantido.

O reajuste das barcas foi autorizado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários, Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro (Agetransp) em dezembro do ano passado.

A Agetransp informou que, para a base do reajuste, foi considerada a variação do IPCA (índice de inflação calculado pelo IBGE) ao longo do ano, conforme prevê o contrato de concessão. Segundo a agência reguladora, as tarifas sociais são definidas pelo poder concedente, que, no caso do serviço aquaviário, é o governo estadual.

ESQUEMA ESPECIAL DO METRÔ

O metrô volta a funcionar de madrugada no fim de semana para atender ao público do Desfile das Campeãs e de blocos no Centro.

A operação vai das 5h de sábado às 23h de domingo.
A linha 2 circulará sem necessidade de baldeação.
As estações Presidente Vargas, Cinelândia e Catete fecharão à 0h de sábado e reabrirão às 5h de segunda. As bilheterias de algumas estações ficarão fechadas na madrugada do domingo.

Últimas de Rio De Janeiro