Bandidos utilizam réplicas de armas para assaltar veículos, diz comandante

Policiais do 41º BPM (Irajá) fizeram operação no Complexo do Chapadão. Dois suspeitos morreram e dois foram presos

Por O Dia

Rio - Durante uma operação nesta sexta-feira, os policiais militares do Grupo de Ações Táticas e do Setor de Inteligência do 41º BPM (Irajá) apreenderam diversas réplicas de armas de fuzis, no Complexo do Chapadão, em Costa Barros, na Zona Norte. Segundo o comandante da unidade, o coronel Jorge Fernando Pimenta, os bandidos utilizam esses equipamentos para assaltar veículos de carga, como caminhões. Ele destacou ainda que esses armamentos também têm a função de intimidar os inimigos.

Polícia Militar fez operação no Complexo do Chapadão nesta sexta-feiraDivulgação

"Caso eles forem presos, não terão o mesmo prejuízo do que uma arma de verdade. Um fuzil está na média de R$ 90 mil no mercado paralelo. Caso eles sejam pegos antes do roubo, não serão presos", explicou ainda o comandante da unidade.

Na ação, houve troca de tiros entre policiais e bandidos, dois suspeitos morreram, três foram presos e dois menores de idade foram apreendidos. Além disso, os PMs encontraram ainda cargas roubadas e granada. Felipe Oliveira Silva, de 24 anos, Claudio Alves dos Santos, de 18 anos, e José Carlos de Almeida, de 24 anos, foram presos por porte ilegal de arma e tráfico de drogas. 

Últimas de Rio De Janeiro