Prefeitura começa a cadastrar aplicativos de táxi

Corridas poderão ser pagas por cartões de crédito ou débito e passageiros poderão avaliar o serviço pelo app

Por O Dia

Rio -  A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), começou nesta segunda-feira a cadastrar aplicativos interessados em intermediar o serviço para permitir a cariocas e visitantes solicitarem a corrida virtualmente e realizarem pagamentos com cartões de crédito ou débito. O decreto nº 41.760, que regula o processo, foi publicado no Diário Oficial do Município. A previsão da SMTR é de que o serviço esteja disponível à população até os Jogos Olímpicos.

Qualquer empresa que opere aplicativos de táxi regulamentados pode se cadastrar. Para serem homologados pela Prefeitura, contudo, os apps deverão aceitar pagamento eletrônico; identificar o condutor com foto, o modelo do veículo e número da placa; além de utilizar mapas digitais para que o trajeto possa ser monitorado em tempo real.  

Ao final da corrida, o passageiro poderá avaliar o serviço prestado e um recibo eletrônico será emitido com os dados da viagem. As informações serão encaminhadas para a Secretaria Municipal de Transportes – responsável pela regulamentação e fiscalização do serviço de táxis na cidade – que poderá tomar as providências cabíveis com mais agilidade, permitindo o aprimoramento progressivo da prestação do serviço. 

As empresas de aplicativos terão ainda que atender outras exigências da SMTR, como o fornecimento de dados georreferenciados (com origem e destino) das corridas; hora do embarque, tempo total da viagem e distância percorrida; valor pago; além da avaliação da corrida realizada pelo usuário, bem como eventuais comentários, críticas e reclamações. 


Últimas de Rio De Janeiro