Informe: TRE deve vetar proposta de reduzir propaganda eleitoral de candidatos

Juiz disse a colegas de tribunal que o tempo de TV 'pertence à população, que tem o direito de conhecer as propostas, e não aos candidatos'

Por O Dia

Rio - O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) deve vetar a proposta de Marcelo Crivella (PRB) e Marcelo Freixo (Psol) de reduzir a propaganda eleitoral na televisão pela metade. Ambos tentam cortar custos de produção.

A colegas de tribunal, o juiz Marcello Rubioli, responsável pela fiscalização da propaganda na cidade, disse ontem que o tempo de TV “pertence à população, que tem o direito de conhecer as propostas, e não aos candidatos”. E que as produções não precisam ser caras. Rubioli convocou reunião, amanhã, para definir a questão. Em caso de negativa, cada candidato terá dois blocos de 10 minutos de propaganda eleitoral por dia.

Vale ver de novo?

Assessores de ambos os candidatos dizem que o jeito seria apelar para mais depoimentos de eleitores no vídeo. E, em alguns dias, programas já exibidos teriam que ser reprisados.

Samba

A campanha de Freixo, que conta com Chico Buarque e Caetano Veloso, ganhou ontem o apoio de Beth Carvalho. No primeiro turno, a cantora brizolista pediu votos para Jandira Feghali (PCdoB).

Números

Dos 21 posts que Silas Malafaia publicou ontem, até as 20h, no Twitter, 19 eram críticas a Freixo, por defender “o ativismo gay e o PT”.

Resposta

Citado em três dos posts, o psolista Jean Wyllys rebateu. Disse que Malafaia é “um pastor cuja mala está cheia de dívidas” e que “fala mais de gays do que de Jesus”.

Efeito Osorio

O número de vereadores do PSDB passará de um para três na próxima legislatura. Ligados a Carlos Osorio, Felipe Michel e Professor Adalmir levaram a melhor sobre adversários apoiados pelo PMDB.

Concorrentes

Michel disputou votos com o ex- subprefeito Alex Costa (PTB) na Barra e em Jacarepaguá. Adalmir, com Professor Uóston (PMDB) em Anchieta e Ricardo de Albuquerque.

Últimas de Rio De Janeiro