Mulher é morta em assalto a carro-forte na Zona Norte

Monique da Silva, de 30 anos, trabalhava no supermercado onde ocorreu o crime. Corpo foi levado para o IML

Por O Dia

Monique da Silva Faria%2C de 30 anos%2C foi morta nesta terça-feiraReprodução Facebook

Rio - Uma mulher foi morta durante um assalto a um carro-forte, na Avenida Antônio Sebastião de Santana, no Parque Anchieta, Zona Norte do Rio, na tarde desta terça-feira. Na ocasião, quatro bandidos, que estavam em um carro vermelho, trocaram tiros com vigilantes. Um dos profissionais foi atingido na mão e no ombro. 

Monique da Silva Faria, de 30 anos, foi baleada na virilha e na nádega dentro do supermercado onde ocorreu o crime. Ela era caixa do estabelecimento. De acordo com as primeiras informações, a vítima estava grávida. No entanto, parentes negaram que ela estivesse esperando um filho.

A vítima chegou a ser socorrida no Hospital Estadual Carlos Chagas, passou por uma cirurgia, mas não resistiu. Ainda não há informações sobre o estado de saúde do vigilante, que também foi levado para a mesma unidade.

Na ocasião, o bandido Breno Soares Lopes, conhecido como Peludinho, foi morto na troca de tiros. Segundo a PM, ele estava em liberdade provisória após ser preso, em julho do ano passado, por roubo de carga. 

Breno seria segurança do traficante 'Arafat', que foi preso no fim de 2016. Com o suspeito, os policiais apreenderam um fuzil com carregador e um outro fuzil.

O corpo de Monique já foi levado para o Instituto Médico Legal (IML). A vítima tinha dois filhos e era casada. Em nota, a empresa TBForte, responsável pelo carro-forte, lamentou o caso e disse que está colaborando com as investigações. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Homicídios da Capital (DH).

Reportagem do estagiário Rafael Nascimento, sob supervisão de Gabriela Mattos

Últimas de Rio De Janeiro