Suspeito de matar filho de PM é preso em Nova Iguaçu

Segundo a polícia, homem atua na milícia da comunidade Roquete Pinto, em Ramos. Outros cinco suspeitos já foram presos

Por O Dia

Segundo a polícia%2C Roberci Perez Guilherme atuava na milícia de RamosDivulgação

Rio - Policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) prenderam, nesta quinta-feira, um suspeito de participar da morte do filho de um PM, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O crime ocorreu no dia 8 de julho de 2014. De acordo com a polícia, Roberci Perez Guilherme é integrante da milícia da comunidade Roquete Pinto, em Ramos. 

Segundo as investigações, Hugo Miguel da Silva, de 19 anos, morreu após ser agredido com socos e pontapés por urinar em "local impróprio", no dia da semifinal entre Brasil e Alemanha, na Copa do Mundo de 2014.

O jovem, filho de um policial militar, tentou reagir e foi espancado. A polícia informou que os envolvidos ainda o obrigaram a atravessar a Avenida Brasil para que ele fosse atropelado. Hugo chegou a atravessar, não morreu naquele momento, foi levado para o Hospital Federal de Bonsucesso, mas chegou morto na unidade.

Outros cinco suspeitos de envolvimento no crime já foram presos. Roberci foi conduzido para sede da Draco e depois será levado para a Polinter.

Últimas de Rio De Janeiro